Chega reúne hoje Conselho Nacional em Azeitão

Chega reúne hoje Conselho Nacional em Azeitão
| Política
Porto Canal / Agências

O Chega reúne hoje o seu 15.º Conselho Nacional para aprovar o regulamento eleitoral interno do partido e as regras de funcionamento da estrutura que representa os jovens.

O órgão máximo do partido entre convenções vai reunir-se durante a tarde num hotel em Azeitão (concelho e distrito de Setúbal).

Na ordem de trabalhos desta reunião ordinária consta a “discussão e aprovação do regulamento eleitoral aplicável aos vários órgãos do partido”, bem como a “discussão e votação do regulamento interno da Juventude do Chega”.

Em declarações à Lusa, Pedro Pinto, adjunto da Direção Nacional com a pasta da secretaria-geral, indicou que os conselheiros nacionais vão fazer também “um balanço do ano legislativo e do ano do partido”.

Questionado se essa reflexão vai abranger a decisão do Tribunal Constitucional que declarou inválida a convocatória da V Convenção Nacional do Chega e consequentemente deixa sem efeitos a eleições dos órgãos do partido, o também líder parlamentar indicou que esse assunto pode ser abordado no Conselho Nacional “se os conselheiros decidirem falar nisso”, mas “não é um assunto que esteja em cima da mesa”.

+ notícias: Política

"Não fazia qualquer sentido". Rui Moreira confirma ter recusado convite para número 2 da AD às Europeias

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, confirmou esta terça-feira que foi convidado no domingo à noite por Luís Montenegro para ser o número dois da lista da AD ao Parlamento Europeu, mas recusou.

Festival Política regressa a Braga com 24 atividades e sob o tema "Intervenção"

“Intervenção” é o tema da edição 2024 do Festival Política, que vai decorrer de 2 a 4 de maio, em Braga, e que contempla 24 atividades, entre cinema, performances, música, humor, exposições e conversas, foi esta terça-feira anunciado.

PSD: Montenegro eleito novo presidente com 73% dos votos

O social-democrata Luís Montenegro foi hoje eleito 19.º presidente do PSD com 73% dos votos, vencendo as eleições diretas a Jorge Moreira de Silva, que alcançou apenas 27%, segundo os resultados provisórios anunciados pelo partido.