Ventura afirma que BE votou líder de mão no ar e Joana Mortágua responde. "Paciência para gente burra e mentirosa"

Ventura afirma que BE votou líder de mão no ar e Joana Mortágua responde. "Paciência para gente burra e mentirosa"
| Política
Porto Canal

Depois de André Ventura, líder do partido do Chega, ter acusado o Bloco de Esquerda (BE) de ter eleito Mariana Mortágua para o cargo de coordenadora "em congresso, de mão no ar, sem votação secreta", a deputada bloquista Joana Mortágua esclareceu que as urnas estiveram abertas durante dois dias, referindo ainda que as televisões nacionais mostraram "a Mariana a votar em urna".

“Viram a malta a votar as moções e começaram a dizer que elegemos a Mesa Nacional de braço no ar. Tivemos as urnas abertas durante dois dias, mas isso não interessa nada. Santa paciência para levar com gente burra e mentirosa”, escreveu a irmã de Mariana Mortágua na rede social Twitter.

A irmã da agora líder bloquista incluiu na publicação, como é possível ver em cima, uma imagem das declarações proferidas por André Ventura, esta segunda-feira, bem como o regulamento da XIII Convenção Nacional do BE, ressalvando que "as televisões passaram imagens da Mariana a votar em urna".

O líder do Chega considerou ainda que o partido de esquerda elegeu "o pior que a política tem", atirando que, "além da apropriação ilegal de dinheiro público que teve de devolver, Mortágua tem um profundo ódio às empresas e aos empresários, desprezo pelos portugueses comuns e uma obsessão doentia com minorias".

André Ventura acusou ainda que "a nova coordenadora do Bloco foi eleita, em congresso, de mão no ar, sem votação secreta", o que é "nulo e ilegal". "Se fosse no Chega, o que já estaria a ser dito? Que alarmes já teriam soado?", questionou.

+ notícias: Política

PSD: Montenegro eleito novo presidente com 73% dos votos

O social-democrata Luís Montenegro foi hoje eleito 19.º presidente do PSD com 73% dos votos, vencendo as eleições diretas a Jorge Moreira de Silva, que alcançou apenas 27%, segundo os resultados provisórios anunciados pelo partido.

Governo e PS reúnem-se em breve sobre medidas de crescimento económico

Lisboa, 06 mai (Lusa) - O porta-voz do PS afirmou hoje que haverá em breve uma reunião com o Governo sobre medidas para o crescimento, mas frisou desde já que os socialistas votarão contra o novo "imposto sobre os pensionistas".

Austeridade: programa de rescisões poderá conter medida inconstitucional - jurista

Redação, 06 mai (Lusa) - O especialista em direito laboral Tiago Cortes disse hoje à Lusa que a constitucionalidade da medida que prevê a proibição do trabalhador do Estado que rescinde por mútuo acordo voltar a trabalhar na função Pública poderá estar em causa.