Mais de 60 concelhos do interior Norte e Centro em risco máximo de incêndio

Mais de 60 concelhos do interior Norte e Centro em risco máximo de incêndio
| País
Porto Canal

Mais de 60 concelhos do interior Norte e Centro do País estão hoje em perigo máximo de incêndio segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, estão em perigo máximo mais de 60 municípios dos distritos de Bragança, Vila Real, Viseu, Coimbra, Guarda e Castelo Branco.

Em risco muito elevado de incêndio estão sete municípios do distrito de Faro e cerca de 60 concelhos dos distritos de Viana do Castelo, Vila Real, Braga, Porto, Aveiro, Viseu, Coimbra, Leiria, Santarém, Portalegre e Faro e em risco elevado 10 municípios da Região do Alentejo, quatro do Algarve e outros cerca de 30 nos distritos de Viana do Castelo, Porto, Aveiro, Leiria e Santarém.

O risco de incêndio, determinado pelo IPMA, tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo e os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

O IPMA prevê para hoje céu pouco nublado ou limpo, embora com nebulosidade no litoral oeste em especial até ao meio da manhã. vento vai soprar fraco a moderado, a predominar do quadrante oeste.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 15 graus Celsius (Évora)e os 20.º (Faro) e as máximas entre os 24.º (Sagres) e os 35.º (Bragança).

+ notícias: País

Um Canadair entre os 8 meios aéreos que apoiam combate na Serra da Estrela

Oito meios aéreos, entre eles um avião Canadair, estavam pelas 08:50 a apoiar mais de 1.500 bombeiros no combate ao incêndio que lavra na Serra da Estrela desde sábado, segundo a proteção civil.

Futura sede da TAP pode vir a custar 3,8 milhões/ano. Pilotos criticam mudança

O sindicato dos Pilotos da Aviação Civil acusou, esta quinta-feira, a gestão da TAP de “desperdiçar” as receitas do verão com “milhões de erros” cometidos ao longo do ano. Um deles é, segundo a estrutura sindical, o “gasto desnecessário com a mudança da sede da empresa do Aeroporto de Lisboa para o Parque das Nações. Um dos edifícios na mira da companhia aérea nacional tem uma renda anual de quase 4 milhões de euros.

Vida e obra de Luís Ferreira Alves: o pioneiro na fotografia de arquitetura em Portugal

Luís Ferreira Alves, pioneiro na fotografia de arquitetura em Portugal, impulsionou a evolução desta arte desde a década de 80, acarinhado e reconhecido no meio, morreu em Julho aos 84 anos.