Mais de 350 operacionais combatiam fogos na Trofa e Sabugal pelas 23:00

Mais de 350 operacionais combatiam fogos na Trofa e Sabugal pelas 23:00
| Norte
Porto Canal / Agências

Mais de 350 operacionais estavam mobilizados às 23:00 desta terça-feira nos incêndios nos concelhos da Trofa e do Sabugal, que empenhavam o maior número de meios num total de quatro fogos ativos em Portugal Continental, segundo a Proteção Civil.

De acordo com a informação disponível às 23:00 no 'site' da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), os fogos nos concelhos da Trofa (Porto) e Sabugal (Guarda) mobilizavam 385 operacionais apoiados por 116 viaturas.

O incêndio que lavra desde as 15:41 na freguesia de Covelas, na Trofa, registou um aumento de meios de combate e encontravam-se no local, pelas 23:00, 227 bombeiros, apoiados por 68 viaturas.

Segundo explicou à Lusa o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto, o fogo tinha pelas 22:30 duas frentes ativas.

Na Bendada, Sabugal, desde as 16:50 que lavra um incêndio em zona de mato, que era combatido às 23:00 por 158 operacionais, auxiliados por 48 viaturas.

O CDOS da Guarda referiu à Lusa, pelas 22:30, que o fogo tinha uma frente ativa que estava a "ceder aos meios".

No total dos quatro incêndios ativos, estavam mobilizados 417 operacionais com 125 viaturas, sendo que os outros dois incêndios tiveram início já na noite de hoje e mobilizavam poucos meios.

Já dominados ou em resolução encontravam-se 27 fogos pelas 23:00, que mobilizavam 1.048 operacionais, com 338 viaturas.

Em fase de resolução, o fogo que teve início às 13:13 de segunda-feira em Silves (Faro), mobilizava ainda 465 operacionais, apoiados por 159 viaturas, enquanto o incêndio que começou às 14:12 de segunda-feira, em Penacova (Coimbra), já em fase de conclusão, mantinha no local 151 operacionais e 50 viaturas.

O Governo decidiu hoje que não é necessário voltar a ativar a situação de alerta para responder aos incêndios florestais, uma vez que as previsões meteorológicas apontam para um "quadro normal de verão".

De acordo com as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), os próximos dias serão de algum calor e vento, sobretudo no litoral, mas dentro daquilo que é habitual durante o verão.

Os distritos de Beja e Faro vão passar de alerta vermelho para laranja, devido ao risco de incêndios rurais, e Braga, Porto, Viana do Castelo e Aveiro passam para azul, de risco moderado.

+ notícias: Norte

Adepto obrigado a despir camisola do PSG durante jogo com o Benfica na Luz

Um adepto brasileiro foi, alegadamente, obrigado a despir a camisola que vestia no jogo da Liga dos Campeões desta quarta-feira, que opôs o Benfica e o PSG, no Estádio da Luz. A situação é revelada nas redes sociais, onde o jovem explica que lhe foi ainda pedido pela segurança que deixasse o seu lugar. O adepto estava acompanhado de um amigo que usava uma camisola da seleção brasileira.

Acidente entre três carros obriga ao corte da EN106 em Penafiel

Um acidente na noite desta quinta-feira provocou uma colisão entre três carros em Cabeça Santa, originando o corte da estrada nacional 106 em Penafiel. Segundo apurou o Porto Canal, cinco pessoas sofreram ferimentos leves tendo sido socorridas no local pelos bombeiros voluntários de Entre-os-Rios. Posteriormente foram transportadas para o Hospital Padre Américo no concelho de Penafiel.

Jovens portugueses percorrem Marrocos sem GPS em desafio solidário

Quatro mil quilómetros em dez dias, percorridos num carro com mais de 20 anos e sem GPS. São as principais regras do desafio “UniRaid” destinado a jovens sem medo do deserto. A prova arranca este sábado, em Tânger, Marrocos, mas o objetivo não é ganhar.