Euro feminino: Jogadoras querem "dar tudo por Portugal"

| Desporto
Porto Canal / Agências

As futebolistas convocadas para a segunda participação lusa numa fase final de um Europeu, entre quarta-feira e 31 de julho, em Inglaterra, querem "dar tudo por Portugal" e desfrutar do privilégio de atuarem ao mais alto nível.

Em entrevista à agência Lusa, a 'capitã' Dolores Silva, que esteve há cinco anos na estreia portuguesa na 'alta roda' de torneios da modalidade, nos Países Baixos, revelou o que vai aconselhar às colegas de equipa.

"Acima de tudo, o que vou dizer é para desfrutarem do momento. Estar a representar o nosso país ao mais alto nível é o sonho de todas nós, de qualquer jogadora. Sermos as privilegiadas por estar nesse momento é para desfrutar", disse a média do Sporting de Braga.

No Europeu Países Baixos2017, Portugal estreou-se com uma derrota (2-0) com a Espanha, bateu a Escócia (2-1) e foi derrotada pela Inglaterra (2-1), despedindo-se da prova continental na terceira posição do Grupo D, com os mesmos três pontos de espanholas, que seguiram em frente, e escocesas, últimas colocadas dessa 'poule'.

Aos 30 anos, a jogadora definiu como objetivo "fazer o melhor por Portugal", que pode ou não "surpreender", desde que trabalhe para isso, com a consciência "de que vai ser difícil"

"Vamos dar tudo por Portugal", garantiu, desejando "entrar com o pé direito, entrar bem com a Suíça", já que o Grupo C é "muito difícil, com seleções poderosíssimas".

Na prova que vai decorrer em Inglaterra, Portugal vai defrontar, no Grupo C, a Suíça (sábado), os Países Baixos (13 de julho), detentores do troféu, e a Suécia (17 de julho), vice-campeã olímpica em Tóquio2020, após ser repescado devido às sanções aplicadas à Rússia, sua 'carrasca' nos 'play-off' de acesso à fase final.

"São três grandes adversárias. Três grandes equipas. Conheço-as bem, tenho algumas amigas nas diferentes seleções. O importante é estarmos focadas em nós. Temos as nossas valências. Somos uma seleção que, ainda que não tenhamos presença assídua nas grandes competições, merecemos cá estar. Quem está atento, percebe que há muita evolução. A ideia é mostrar um Portugal competitivo", disse a avançada do Benfica Jéssica Silva à Lusa.

A jogadora de 27 anos falhou a presença no certame continental de há cinco anos devido a uma grave lesão, mas colocou Portugal acima dos objetivos pessoais.

"Não venho para o Campeonato da Europa para procurar uma afirmação pessoal. Quem me conhece sabe o percurso que tenho feito ao longo destes anos. Estou consciente de que tenho marcado a minha pisada, mas mais do que isso é representar Portugal, a nossa camisola. Portugal é uma equipa. Não é a Jéssica Silva. Estou muito focada é em que possamos fazer um grande Europeu", afirmou.

+ notícias: Desporto

Clube francês fala em "país de Salazar" para anunciar empréstimo de Koffi ao Paços de Ferreira

N'Dri Koffi, avançado marfinense de 20 anos, voltou a ser emprestado pelo Reims ao Paços de Ferreira. O avançado, que chegou à Mata Real a meio da época passada, continuará ao serviço dos castores em 2022/23. Se até aqui parece mais uma notícia de mercado de transferências tudo muda com a forma com que o clube francês se referiu a Portugal, o "país de Salazar".

Chelsea poderá ser o próximo destino de Frenkie de Jong. Confira as novidades desta quinta-feira

Confira aqui as principais movimentações, entre certezas e rumores, do Mercado de Transferência do futebol nacional e internacional.

SC Tomar vai ser adversário do FC Porto na Elite Cup 

Os Campeões Nacionais de Hóquei em Patins conheceram, esta quarta-feira, o adversário para a Elite Cup: o SC Tomar.