Carlos Moedas: "Descentralização tem sido muito mal feita"

| Política
Porto Canal

Carlos Moedas criticou hoje o processo de transferência de competências para as autarquias locais. Em entrevista ao Porto Canal, o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa afirmou que o que o governo está a fazer é "a passar tarefas" e não "a capacidade de fazer."

“A descentralização tem sido muito mal feita”. É desta forma que Carlos Moedas aborda um tópico que tem sido marcado por muitos avanços e recuos. Entre a dificuldade de implementação e a relutância de muitos autarcas, esta é uma temática que tem gerado bastante discórdia, bem expresso nas palavras de Carlos Moedas, em entrevista ao Porto Canal. 

O Presidente da Câmara de Lisboa defende que o processo não tem sido bem conduzido, especialmente na área" da educação. 

O autarca defende que "se queremos uma verdadeira descentralização temos que descentralizar o total da educação".

Moedas acrescenta ainda que, ao não ter a capacidade de, por exemplo, contratar professores, os autarcas são vistos como "tarefeiros do governo". 

A outra problemática em torno da descentralização relaciona-se com "a parte dos recursos", segundo o autarca, referindo que as verbas recebidas pelas Câmaras Municipais em todo o processo não insuficientes. 

+ notícias: Política

Cotrim de Figueiredo acusa PS de transformar Portugal em país "medíocre e incapaz"

O presidente da Iniciativa Liberal (IL), João Cotrim de Figueiredo, acusou hoje o PS de estar a transformar Portugal num “país medíocre e incapaz”, com uma visão da maioria absoluta “autoritária e prepotente”.

António Costa diz que os trabalhos de gasoduto em Portugal estão "muito avançados"

O primeiro-ministro, António Costa, garantiu que o percurso de gasoduto em Portugal já está definido e que os trabalhos estão "muito avançados". Revelou ainda que as limitações ambientais têm "atrasado bastante o problema".

Combate à seca no Douro: autarcas pedem soluções imediatas para mitigar problema 

Os municípios do Douro exigem soluções imediatas enfrentar o problema da seca e os autarcas d região alertam que as produções de viticultura podem estar em causa.