Arranque de época balnear sem nadadores salvadores

| Norte
Porto Canal

A falta de nadadores salvadores em várias praias do Norte do país marca o arranque da época balnear.

A região tem 125 praias costeiras, mais três que em 2021 e em grande parte não está ainda concluído o processo de contratação de vigilantes.

A Norte, o feriado serviu para aproveitar a subida das temperaturas que marcou o arranque da época balnear.

Um início marcado com grande parte dos nadadores inscritos a Norte sem terem concluído o processo de contratação.

O Comandante da Capitania do Douro e Leixões diz tratar-se de uma situação pontual nos primeiros dias, mas revela que a abertura não reúne todas as condições de segurança para os banhistas.

A situação dos contratos deve-se à transferência de competências, isto porque é agora da responsabilidade dos municípios a gestão das praias.

Este ano, o Norte conta com 125 praias costeiras, mais três do que no ano passado e 36 fluviais, menos duas que em 2021.

No ano passado, a época balnear abriu a 12 de junho com algumas restrições.

Este ano, vigoram apenas regras idênticas às dos espaços ao ar livre.

A Direção Geral de Saúde recomenda o uso de máscaras e o distanciamento físico para as pessoas mais vulneráveis.

A época balnear na região Norte decorre até dia 11 de setembro.

+ notícias: Norte

Viaturas de adeptos croatas vandalizadas na Trofa. Veja as imagens

Pelo menos sete viaturas com matrícula da Croácia e outras nacionalidades, como Bósnia, foram vandalizadas esta tarde, junto da Estação Ferroviária da Trofa. As viaturas pertencem a adeptos do Hajduk Split, clube que esta tarde defrontou o Vitória, em Guimarães.

Entre os danos, contam-se vários vidros partidos e pneus furados.

Jornalistas agredidos por adeptos do Hajduk Split em Guimarães

Jornalistas e repórteres de imagem foram agredidos esta noite, cerca das 20:05, durante a saída dos adeptos do Hajduk Split do Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Através das imagens da Sporttv, que se encontrava em direto, é possível ver alguns jornalistas e repórteres de imagem a serem alvo de pontapés e outras agressões por parte da claque croata.

Utentes da CERCI Braga em risco de ficarem sem apoio 

A CERCI de Braga pode ter de fechar as duas residências para pessoas com deficiência intelectual viverem de forma mais autónoma. Em causa está a falta de acordo de cooperação com a Segurança Social.