Info

Primeiro-ministro destaca importância de parcerias entre empresas e universidades

| Política
Porto Canal com Lusa

O primeiro-ministro, António Costa, destacou hoje a importância das parcerias entre as universidades e as empresas para "transformar conhecimento em valor" e, desse modo, "gerar mais e melhor emprego, mais bem remunerado".

Na assinatura do contrato de investimento entre a Universidade do Porto, a Bosch Portugal e a e a AICEP -- Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, no âmbito do projeto THEIA, António Costa considerou que esta iniciativa é "muito importante" porque "responde a algumas das questões fundamentais que os portugueses colocam".

"Como vão poder ter melhores salários? Como vamos conseguir manter em Portugal a geração de excelência, cujo talento é anualmente formado nas Universidades, nos Politécnicos do país? Como é que as empresas vão ser mais competitivas? Como é que o país pode crescer mais rapidamente?", questionou.

Para o primeiro-ministro, "a resposta a todas essas perguntas" encontra-se, precisamente, em iniciativas como aquela em que hoje participou e que se traduz "em investimento na qualificação dos recursos humanos, investimento em ciência, no investimento na capacidade de inovação e na translação dessa inovação para o tecido empresarial".

O acordo hoje firmado na Reitoria da Universidade do Porto tem um valor superior a 27 milhões de euros e pretende desenvolver soluções para melhorar as capacidades sensoriais dos veículos autónomos.

Nesse âmbito, está prevista a integração de cerca de 55 novos colaboradores da Bosch e mais de 70 investigadores da Universidade do Porto, adiantou esta instituição de ensino superior.

O chefe do executivo português destacou que a Bosch já celebrou vários acordos com outras instituições de ensino superior, como a Universidade do Minho e a Universidade de Aveiro.

Estes protocolos permitem "transformar conhecimento em valor, em produtos de maior valor acrescentado, que sejam mais competitivos, serviços de maior valor acrescentado, que sejam mais competitivos, e que assim possam gerar mais e melhor emprego, mais bem remunerado, e que possam manter no nosso país esta geração de excelência, que o nosso sistema de ensino superior tem vindo a formar", frisou.

O reitor da Universidade do Porto, António de Sousa Pereira, garantiu que a academia "se encontra totalmente comprometida com os objetivos que o projeto tem", através do desenvolvimento de Inteligência Artificial e destacou o "esforço sério de aproximação às empresas".

Stephan Höenle, administrador do departamento de condução autónoma da empresa alemã, e representante da empresa em Portugal, participou na cerimónia através de uma mensagem gravada em que salientou a "corrida ao setor", e adiantou que a Bosch espera ter "as primeiras soluções comerciais entre 2023 e 2025".

Já Carlos Ribas, administrador Técnico da Bosch Car Multimedia Portugal, sublinhou que o país "é estratégico" para a empresa e que, com esta parceria, procura-se uma solução ""fiável, robusta e segura" de inteligência artificial, uma ferramenta que estará presente em todos os produtos.

+ notícias: Política

João Cotrim Figueriedo diz que "Iniciativa Liberal representa uma verdadeira alternativa"

O Líder Iniciativa Liberal, João Cotrim Figueiredo, disse ao Porto Canal, no primeiro dia de campanha eleitoral marcado por um torneio de voleibol na praia de Matosinhos, que a "Iniciativa Liberal representa uma verdadeira alternativa".

Cabeça de lista do CDS ao Porto mostra-se preocupada com a preservação do mundo rural

A cabeça de lista do CDS ao Porto, Filipa Correia Pinto, mostrou-se preocupada, no primeiro dia de campanha eleitoral, com a preservação do mundo rural, nomeadamente dos produtores de leite, onde estes se queixam "dos elevados custos de produção e das dificuldades que têm no investimento".

José Soeiro pede mudanças nas regras do trabalho na cidade da Trofa

José Soeiro, Deputado Bloco de Esquerda, pediu, logo no primeiro dia de campanha eleitoral, mudanças nas regras do trabalho, numa visita à cidade da Trofa, no Porto, onde alertou que esta região do país é das que apresenta salários mais baixos e profundas desigualdades laborais.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.