Info

PJ detém jovem por tentar matar outro à facada em Matosinhos

PJ detém jovem por tentar matar outro à facada em Matosinhos
| Norte
Porto Canal com Lusa

Um jovem de 19 anos foi detido por tentativa de homicídio de um outro, de 29, em São Mamede de Infesta, concelho de Matosinhos, distrito do Porto, anunciou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

“Autor e vítima estiveram durante algumas horas a consumir bebidas alcoólicas e, já de madrugada, no decurso de uma discussão por motivos fúteis, aquele veio a desferir-lhe mais de uma dezena de facadas que lhe causaram ferimentos de extrema gravidade”, explica a PJ, em comunicado.

Esta força de investigação criminal conta que os factos ocorreram na madrugada de domingo, num estabelecimento de restauração na localidade de São Mamede de Infesta.

“A vítima, um homem de 29 anos, residente na Maia, encontra-se hospitalizada em estado crítico”, lê-se no comunicado.

O suspeito foi detido na segunda-feira, estando indiciado do crime de homicídio qualificado na forma tentada.

A PJ refere ainda que o detido, “sem ocupação laboral”, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

+ notícias: Norte

Vacinas da Janssen administradas a mulheres com menos de 50 anos em Paredes 

O centro de vacinação do Rota dos Móveis, em Lordelo, no concelho de Paredes, está, alegadamente, a administrar vacinas da Janssen a mulheres com menos de 50 anos, segundo apurou o Porto Canal.

Incêndio destrói parte do telhado do Palácio da Justiça no Porto. Veja as imagens

Um incêndio deflagrou, na tarde desta sexta-feira, por volta das 15h33, no Campo dos Mártires da Pátria, na cobertura do Palácio da Justiça, no Porto, fazendo com que o edífício fosse evacuado e acabou por destruir parte do telhado. Em declarações aos jornalistas, Rui Moreira, Presidente da Câmara Municipal do Porto, afirmou que "o incêndio está estabilizado e a preocupação princpial foi retirar todos os presentes do interior".

Atualizado 23-07-2021 16:20

Pinto da Costa afirma que o Governo e DGS "estão a matar o futebol"

O Presidente do Futebol Clube do Porto, Pinto da Costa, acusou o Governo e a DGS de estarem a "a matar o futebol", em declarações ao Porto Canal. O Presidente dos 'Dragões' afirma que "se pudesse importava os líderes das ilhas portuguesas para Portugal".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.