Info

FC Porto vence SL Benfica no jogo 3 das meias-finais do play-off por 5-3 

| FC Porto
Porto Canal com fcporto.pt

O jogo 3 das meias-finais do play-off do campeonato nacional de hóquei em patins terminou com uma vitória do FC Porto. Na noite desta quarta-feira, em Lisboa, os portistas bateram o Benfica por 5-3 e mantiveram-se vivos na luta pela revalidação do título. Ezequiel Mena bisou e teve a companhia de Carlo Di Benedetto, Giulio Cocco e Rafa na lista dos marcadores azuis e brancos.

O FC Porto voltou a entrar mal no clássico e, logo ao quarto minuto, sofreu o 1-0 num movimento de Lucas Ordoñez ao segundo poste. Aberta a contagem, Guillem Cabestany retirou os titulares da pista – à exceção de Xavier Malián e de Gonçalo Alves – e os Dragões ficaram mais pressionantes e balanceados para o ataque, ainda que poucos certeiros. Tudo isto numa altura em os da Invicta que já justificavam, pelo menos, o empate. A igualdade surgiu mesmo, a oito minutos do descanso, num remate forte e cruzado de Ezequiel Mena à meia altura sobre a esquerda. Na conversão da bola parada resultante da décima falta benfiquista, Pedro Henriques negou o golo por duas vezes a Gonçalo e, em novo livre direito – consequência da falta e do cartão azul a Gonçalo Pinto – o guarda-redes internacional português tornou a defender, desta feita após disparo de Carlo Di Benedetto. Com o FC Porto em powerplay praticamente até à ida para as cabines, a reviravolta ficou consumada a 33 segundos do apito para intervalo. Os portistas aproveitaram da melhor maneira a superioridade numérica e o dois para um funcionou na perfeição, muito graças à temporização e assistência de Rafa para Carlo Di Benedetto.

No arranque da etapa complementar, Carlos Nicolia foi admoestado com a cartolina azul por falta dura sobre Gonçalo Alves. O maior artilheiro do campeonato encarregou-se ele próprio do livre direto, mas este teve exatamente o mesmo desfecho dos anteriores. O 3-1 teve a assinatura de Giulio Cocco, capaz de colocar a bola no ângulo e de dilatar a vantagem portista para dois golos. A décima falta azul e branca surgiu logo de seguida e obrigou Xavier Malián aplicar-se para manter a distância no marcador. Em pleno equador do segundo tempo, Rafa trabalhou dentro da área encarnada e rodou na perfeição para fazer o quarto golo portista. A 15.ª falta visitante deu lugar a livre direto e ao 2-5, por Nicolia. Na 15.ª benfiquista manteve-se o desacerto de Gonçalo Alves. A cinco minutos do término da contenda, e com muita sorte à mistura, o Benfica reduziu para 3-4. Num lance perfeitamente normal foi assinalado penálti a favor dos lisboetas, mas Mali não estava interessado em permitir a igualdade e impediu o golo. No derradeiro suspiro, Ezequiel Mena recuperou a bola e marcou um golo de baliza a baliza, estabelecendo o resultado final em 5-3 a favor do FC Porto.

“A primeira coisa que me vem à cabeça é a justiça da vitória de hoje. Acho que trabalhámos muito e bem durante os dois primeiros jogos para que não estivesse 0-2. Mas o desporto é assim, chegámos aqui com a pressão máxima de ganhar ou acabar a época. Fazer um jogo tão completo, rigoroso e ordenado como o que a equipa fez perante um adversário nesta forma, depois de três derrotas que nos doeram muito… recuperar esta intensidade, esta paixão, esta entrega pela camisola e pelo trabalho que fizemos deixa-me muito contente pela equipa. Muita gente dava-nos já como mortos, mas nós nunca deitamos a toalha ao chão e vamos estar aqui no domingo. Era disso que estávamos à procura", declarou Guillem Cabestany após o apito final.

O jogo 4 terá lugar novamente em Lisboa, está agendado para as 15 horas do próximo domingo com transmissão televisiva em direto em A Bola TV.

+ notícias: FC Porto

Evanilson: "A equipa está a trabalhar bastante e espera que esta temporada seja melhor que a anterior"

Evanilson, Jogador da equipa principal do FC Porto, disse, em declarações ao Porto Canal, esta manhã, no Algarve onde a equipa realizou o primeiro treino de estágio, que a "equipa está trabalhar bastante e espera que esta temporada seja melhor que a anterior". 

Samba Koné é o oitavo reforço para o FC Porto B esta temporada 

Samba Koné é o mais recente reforço do FC Porto B e chega por empréstimo da Derby Académie, do Mali, válido por uma época e com opção de compra.             

Silvestre Varela de regresso ao FC Porto B

Silvestre Varela está de regresso ao FC Porto. O avançado, de 36 anos, assinou um contrato válido por uma temporada, até 2022, e vai integrar o plantel da equipa B em 2021/22, no qual será um dos elementos no lote de capitães. A longa e profícua ligação de Silvestre Varela ao FC Porto começou no verão de 2009, quando deixou o Estrela da Amadora para se tornar Dragão.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.