Info

Covid-19: Pessoas acima dos 60 anos vacinadas até à primeira semana de junho

Covid-19: Pessoas acima dos 60 anos vacinadas até à primeira semana de junho
| País
Porto Canal com Lusa

A população com mais de 60 anos de idade vai estar vacinada contra a covid-19 até ao início de junho, anunciou hoje o coordenador da 'task force' do plano de vacinação, o vice-almirante Henrique Gouveia e Melo.

"Quando vacinarmos toda a população acima dos 60 anos, na realidade, estaremos -- segundo os dados dos óbitos - a proteger 96,4% das pessoas que faleceram em resultado desta pandemia. Vamos atingir este valor entre a última semana de maio e a primeira de junho", disse o responsável na reunião do Infarmed, em Lisboa, que junta especialistas, membros do Governo e o Presidente da República para avaliação da situação epidemiológica.

A ideia é que 96,4% das pessoas que morreram em resultado do novo coronavírus tinham mais de 60 anos.

Henrique Gouveia e Melo reafirmou também a meta de proteção de 70% da população para meados do verão. "Atingiremos 70% da população, que equivale a termos todas as pessoas acima dos 30 anos vacinadas, entre julho e agosto, com a primeira dose", explicou.

Com 1,9 milhões de vacinas disponíveis para administrar em abril, o coordenador da 'task force' assumiu também que o programa está "numa semana de transição" e que vai entrar em curso "uma nova estratégia", com a alteração da tipologia da fase 2, "colapsando a fase 2 com a fase 3, uma vez que há disponibilidade de vacinas" e que o aspeto fundamental será a "fluidez" do ritmo de vacinação.

"A partir de agora, vamos fazer uma sequenciação etária pura, usando 90% das vacinas para isso e deixando 10% para outras doenças não relacionadas com a idade e que podem atingir populações muito mais jovens", referiu Henrique Gouveia e Melo.

O coordenador da 'task force' especificou ainda os níveis de cobertura atuais dos diferentes grupos.

"Nos mais de 80 anos já estamos acima de 90%, entre os 50 e os 80 anos com comorbilidades tipo 1 estamos acima de 80%, nos profissionais de saúde nos 96%, nos serviços essenciais em 99% e nas escolas nos 23%".

"Neste trimestre teremos uma média de administração de vacinas na ordem das 97 mil por dia. Nesta contabilidade, já chegaram a território nacional cerca de 2,6 milhões de vacinas e foram administradas até domingo passado cerca de 2,1 milhões de doses: 1,5 milhões de primeira dose, ou seja, mais de 15% da população, e 600 mil de segunda dose", reforçou.

Por fim, o coordenador da 'task force' salientou que "ninguém fica para trás" no processo de vacinação contra a covid-19, destacando que, além do agendamento centralizado e do autoagendamento, uma pessoa poderá recorrer também à "junta de freguesia, esquadra da polícia ou aos bombeiros" como "passo intermédio" para o agendamento através da Internet.

Em Portugal, morreram 16.918 pessoas dos 827.765 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

+ notícias: País

Portugal regista três mortes e o maior número de casos desde fevereiro. 1.497 novos casos de infeções por Covid-19

Portugal registou nas últimas 24 horas três mortes associadas à covid-19, 1.497 novos casos de infeções confirmadas, o maior número desde 24 de fevereiro, e uma diminuição nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos.

CEO da Ryanair afirma que "apoio à TAP não é investimento mas 'impostos deitados na sanita' da companhia" 

O presidente da Ryanair, Michael O'Leary, defendeu hoje que o apoio estatal à TAP não é um investimento, mas sim impostos cobrados aos contribuintes "deitados na sanita" da companhia aérea e acusou o ministro Pedro Nuno Santos de dizer "falsidades".

Incidência ultrapassa os 120 casos por 100 mil habitantes em todo o território

A incidência da infeção com o coronavírus SARS-CoV-2 em Portugal continental subiu para 129,6 casos por 100.000 habitantes e na totalidade do território que se situa agora nos 128,6, revelam dados oficiais.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS