Info

Palácio em Anadia vai ser classificado como monumento

| Norte
Fonte: Agência Lusa

Anadia, 04 abr (Lusa) - O Palácio dos Condes de Foz do Arouce, em Famalicão, Anadia, onde nasceu e viveu a compositora e escritora "M. Grisalde", cultora do fado e da canção coimbrã, está em processo de classificação como monumento de interesse municipal.

"Trata-se realmente de um imóvel de interesse histórico e arquitetónico para o concelho. É inquestionável o interesse patrimonial, ligado ao período neogótico, com uma arquitetura que não é comum na região, e por ali ter vivido essa figura de destaque da música e da literatura", explicou à Lusa o vereador da Câmara de Anadia Jorge Sampaio.

O palácio situa-se em Famalicão, Anadia, e a construção teve início em 1860, para habitação da mãe de "Grisalde" e marido, condes de Foz do Arouce. O edifício principal, "um dos raros exemplares da arquitetura revivalista do século XIX no concelho e mesmo na região", foi erguido a partir de umas "casas velhas" do Conde da Graciosa, avô da escritora e compositora, juntamente com os terrenos agrícolas.

O palacete foi construído ao estilo neogótico, com numerosas portas e janelas em arco quebrado. A capela, cuja torre sineira se destaca no edifício, foi redecorada em 1914, com azulejos setecentistas provenientes do palácio do Pátio do Giraldes, que foi expropriado e pertencia à família.

Ficaram famosos os serões musicais e artísticos da "quinta de Famalicão", promovidos por uma das figuras nobiliárquicas que ali habitaram e que se destacou nas letras e na música: "M. Grisalde", pseudónimo por que ficou conhecida Maria de Melo Furtado Caldeira Giraldes de Bourbon, 2.ª condessa de Proença, de que se assinalam este ano 150 anos sobre o seu nascimento.

Autora de livros para crianças, Grisalde foi também compositora de relevo no meio artístico português do séc. XIX, tendo composto música sobre poemas de autores como Almeida Garrett, Correia de Oliveira e António de Cértima.

Ficou também conhecida como a "condessa do fado de Coimbra", para o qual musicou alguns poemas, estando ligada a nomes como Alexandre Rezende e António Menano.

MSO // JGJ

Lusa/Fim

+ notícias: Norte

A diferença de tratamento face a Lisboa, a incapacidade de Vladimiro Feliz, o regresso do Selminho e muito Porto. O essencial da entrevista de Rui Moreira

Rui Moreira, presidente da Câmara Municipal do Porto, afirmou em entrevista exclusiva ao Porto Canal que se a proposta do 'drive thru' do Queimódromo, no Porto, para acelerar a vacinação contra a Covid-19 na região, fosse em Lisboa, ou se a Câmara fosse socialista, "já estaria a funcionar". Na primeira entrevista como candidato à autarquia portuense, Moreira disse que Vladimiro Feliz (candidato do PSD) "não apresenta uma proposta para a cidade" e que apenas vê o candidato social democrata a ter atos de "ventriloquismo" visto que apenas "diz o que o patrãp (Rui Rio) manda".

Dezenas de jovens com cerca de 20 anos foram vacinados contra a Covid-19 indevidamente no Porto. Task Force garante que não deveria ter acontecido

Vários jovens na casa dos 20 anos foram vacinados, esta quinta-feira, no Centro de Vacinação do Cerco, no Porto. A Task Force garante que isto não deveria ter acontecido. A vacinação aberta foi promovida nas redes sociais pela Junta de Freguesia, que diz ter recebido indicações das autoridades de saúde do Porto Oriental.

Atraso na vacinação cria longas filas de espera no Centro de Vacinação do Regimento de Transmissões do Exército na Circunvalação, Porto

O Centro de Vacinação do Regimento de Transmissões do Exército na Circunvalação, no Porto, está com longas filas de espera, segundo apurou o Porto Canal.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.