ESPECIAL CANDIDATURAS
CLIQUE AQUI PARA VER MAIS
Projeto Parceria
Porto Canal
Info

Bloco de Esquerda pede que medalha de mérito da Cidade do Porto atribuída ao marido de Isabel dos Santos seja retirada

| Norte
Porto Canal

José Soeiro, deputado do Bloco de Esquerda, anunciou, esta terça-feira, que o partido vai pedir à Assembleia Municipal do Porto que seja retirada a medalha de mérito da cidade, grau ouro, atribuída, em 2015, a Sindika Dokolo, marido da empresária angolana Isabel dos Santos, protagonista do recente caso Luanda Leaks, onde está indiciado que Isabel dos Santos terá desviado mais de 100 milhões de dólares da Sonangol para uma 'offshore' no Dubai.

 

O depuatdo considera que "a cidade do Porto não deve ter nenhum orgulho na medalha atribuída e deve retirar a homenagem que foi feita". José Soeiro refere ainda que o Bloco de Esquerda entende que "não há nenhum mérito em assaltar um povo e em utilizar a promoção da cultura para branquear essa forma de corrupção."

Para o deputado do Bloco de Esquerda "a família de Isabel assaltou o povo angolano e fê-lo com a cumplicidade da elite económica e política em Portugal", por isso, a medalha de mérito da Cidade do Porto atribuída em 2015 a Sindika Dokolo é "uma forma de conivência com esse assalto" e "deve ser retirada", pedido que o partido de José Soeiro fará à Assembleia Municipal do Porto.

+ notícias: Norte

Três pessoas foram identificadas por desobediência e propagação de Covid-19 em Vila do Conde

Duas mulheres e um homem foram identificados pela GNR por desobediência e propagação de doença, no caso o novo coronavirus, nos dias 10 e 11 de agosto, em Vila Do Conde, por não respeitarem a medida de confinamento obrigatório que lhes foi decretada pela autoridade de saúde pública, no concelho de Vila do Conde.

 

Presumível autora do incêndio florestal na Peneda-Gerês detida pela Polícia Judiciária

Uma mulher com 57 anos foi detida pela Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Braga, com a colaboração do Grupo de Trabalho do Norte de Redução das Ignições Florestais e da GNR, na manhã desta terça-feira, por estar indiciada pela prática de um crime de incêndio florestal no Parque Nacional da Peneda-Gerês que teve inícoo no dia 4 de agosto de 2020, apurou o Porto Canal junto das autoridades.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS