Info

Caso dos e-mails: FC Porto diz que "não se conforma" e vai recorrer da decisão

| FC Porto
Porto Canal

Os azuis e brancos reagiram em comunicado.

Atualizado 08-06-2019 12:00

Comunicado:

Na sequência de uma ação interposta pelo Benfica, que reclamava uma indemnização de cerca de 18 milhões de euros, o Tribunal Judicial da Comarca do Porto absolveu Jorge Nuno Pinto da Costa, Adelino Caldeira, Fernando Gomes e Avenida dos Aliados – Sociedade de Comunicação S.A. e condenou o FC Porto, a FC Porto SAD, a FC Porto Media e Francisco J. Marques ao pagamento de 1.953.023,04 euros.

O FC Porto não se conforma com esta decisão, que penaliza a divulgação de informação que o próprio tribunal reconheceu como verdadeira, e por isso vai recorrer para o Tribunal da Relação do Porto.

O FC Porto reitera que todas as divulgações efetuadas no Porto Canal foram sempre realizadas ao abrigo do direito à informação e da salvaguarda da verdade desportiva, à imagem do que tem sido feito por órgãos de comunicação social de prestígio de países civilizados, como é o caso da revista alemã Der Spiegel, e tendo em conta a jurisprudência dominante nas instâncias judiciais europeias em relação a estas matérias.

+ notícias: FC Porto

João Rodrigues: "É com todo o gosto que fico cá mais um ano"

João Rodrigues, o vencedor da 81.ª Volta a Portugal, protagonizou ao início da tarde desta sexta-feira um momento simbólico ao deixar no Museu FC Porto a bicicleta em que pedalou até à glória na principal prova velocipédica do país, no último verão. A cerimónia, em que estiveram também presentes o presidente do clube, Jorge Nuno Pinto da Costa, o gestor da W52-FC Porto, Adriano Quintanilha, e o responsável pela equipa, Nuno Ribeiro, serviu ainda para prolongar o vínculo contratual do ciclista com os Dragões por mais uma temporada.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.