Info

Banco BNI Europa recupera de prejuízo e regista lucro de 2,7 ME no 1.º semestre

| Economia
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 25 jul (Lusa) - O Banco de Negócios Internacional (BNI) Europa registou lucros de 2,7 milhões de euros no primeiro semestre, recuperando dos prejuízos de 2016, anunciou hoje a entidade.

A informação divulgada pelo BNI Europa refere que os seus ativos cresceram 36,7% no semestre, atingindo cerca de 500 milhões de euros.

"O produto bancário cresceu 146,2%, fixando-se em 6,6 milhões de euros, com o resultado líquido a atingir os 2,7 milhões de euros, permitindo recuperar dos prejuízos de 2016", aponta o banco angolano.

Salienta que, um ano e meio após o início de atividade, e com a equipa de "gestão reforçada", o banco realizou alterações "relevantes na sua estratégia" e focou-se em "negócios e produtos inovadores".

"Condicionado pela sua estrutura limitada de recursos", o BNI Europa desenvolveu parcerias com Fintech's para acelerar o crescimento e a oferta de produtos e serviços, acrescenta a informação.

O BNI Europa descreve ter vindo a afirmar-se pela visão assente em plataformas digitais e pelos produtos de depósito a prazo e conta à ordem remunerada, tendo lançado a marca 'Cereja' e o 'Crédito Inverso', produto destinado ao segmento sénior, assim como a plataforma de crédito ao consumo online 'Puzzle'.

O banco diz também que tem vindo a especializar-se na gestão de soluções alternativas de captação de recursos e de crédito e já estabeleceu parcerias com 12 Fintech's europeias, para disponibilizar depósitos a prazo e financiar operações de crédito.

Para 2017 faz parte dos planos do BNI Europa continuar a "focar-se na inovação e parceria com Fintech's" e lançar quatro novos produtos de crédito ao consumo e crédito a PME (pequenas e médias empresas), acrescenta a informação divulgada pelo banco.

EA// ATR

Lusa/Fim

+ notícias: Economia

Algarve recebe 20 aviões de turistas para estadias na segunda-feira mas adeptos da final da Liga dos Campeões não podem pernoitar no Porto. Turismo Porto e Norte não compreende

Luís Pedro Martins, Presidente do Turismo Porto e Norte, afirma que não consegue "deslumbrar uma razão" pela qual os adeptos da final da Liga dos Campeões, a decorrer no Estádio do Dragão no Porto, no dia 29 de maio, não possam pernoitar na cidade, sendo que estão previstos 20 aviões de turistas para estadias no Algarve já para o dia 17 de maio.

Bruxelas revê em baixa crescimento de Portugal para 3,9% este ano

A Comissão Europeia (CE) reviu hoje em baixa o crescimento económico esperado para Portugal este ano, apontando agora para 3,9%, quando em fevereiro esperava 4,1%, de acordo com as previsões económicas de primavera hoje divulgadas.

Luís Filipe Vieira e Promovalor vão deixar por pagar 160 milhões de euros ao Novo Banco

Luís Filipe Vieira e Promovalor vão deixar por pagar 160 milhões de euros ao Novo Banco

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Zoom Zoom Z o o m