Info

Simulacro de acidente rodoviário testa meios de socorro no Túnel do Marão

Simulacro de acidente rodoviário testa meios de socorro no Túnel do Marão
| Norte
Porto Canal com Lusa

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) realiza na quinta-feira um simulacro de um acidente rodoviário no Túnel do Marão que tem por objetivo testar os meios dos vários agentes envolvidos no socorro dentro desta estrutura.

O Ministério da Administração Interna informou hoje, em comunicado, que o simulacro de acidente rodoviário tem por objetivo testar os meios de socorro dos vários agentes de Proteção Civil envolvidos no Plano Prévio de Intervenção e no Plano de Emergência Interno face a um eventual acidente naquela estrutura rodoviária, construída entre Amarante e Vila Real.

O exercício de salvamento, desencarceramento e pré-hospitalar vai contar com o envolvimento de cerca de 40 operacionais entre elementos da estrutura operacional da ANPC, corpos de bombeiros (Cruz Branca, Cruz Verde, Amarante e Vila Meã), INEM e GNR.

No local estarão também elementos das empresas Infraestruturas de Portugal (meios de assistência rodoviária) e Teixeira Duarte (apoio a manobras que necessitem da intervenção do construtor).

O posto de comando operacional ficará instalado no nó da Campeã, em Vila Real.

O exercício vai ser acompanhado pelo secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes.

No final, durante uma conferência de imprensa, será apresentado o Plano Prévio de Intervenção.

O secretário de Estado da Administração Interna procederá ainda à entrega simbólica de quatro conjuntos de Equipamento de Proteção Individual (EPI) a cada um dos quatro corpos de bombeiros com intervenção no túnel.

O Túnel do Marão está incluído na Autoestrada do Marão que, em breve, passará a ligar Amarante a Vila Real.

No interior do túnel cumpre-se agora uma fase de ensaios dos sistemas que garantem a segurança do maior túnel rodoviário da Península Ibérica, com quase seis quilómetros.

Na semana passada, 20 bombeiros das quatro corporações que vão intervir neste túnel realizaram uma formação de três dias no centro de formação "Tunnel Safety Testing" (TST), em Oviedo (Espanha), para testarem, num cenário em escala real, o combate ao fogo em viaturas e a ventilação dentro de um túnel rodoviário.

Esta formação veio dar resposta a algumas preocupações reveladas ao comandante da Cruz Branca, Orlando Matos, em fevereiro, altura em que disse que os bombeiros ainda desconheciam o que existe no túnel interior em termos de segurança, que ainda não dispunham de equipamentos nem formação específica para intervenção dentro desta infraestrutura.

Os trabalhos de construção civil na infraestrutura rodoviária estão praticamente concluídos, já foi colocado o pavimento no interior da infraestrutura, os sistemas de segurança estão instalados e, do lado de fora, falta apenas concluir a ligação do tapete ao resto da autoestrada.

A Autoestrada do Marão possui 26 quilómetros, começou a ser construída em 2009 e, depois de três paragens, está a poucos dias de ser inaugurada, embora a data oficial ainda não tenha sido anunciada.

+ notícias: Norte

Explosão de etanol em escola superior de Ponte de Lima faz dois feridos graves

Duas funcionárias de 52 e 53 anos ficaram hoje feridas com gravidade na sequência da explosão de etanol de um equipamento que aquecia refeições, na Escola Superior Agrária (ESA), em Ponte de Lima, disse à Lusa fonte da proteção civil.

Marta Temido diz que "entidades do setor não lucrativo poderão ser envolvidas nos testes"

A ministra da Saúde, Marta Temido, avançou hoje que está a ser estudada a possibilidade de envolver “outras entidades do setor não lucrativo” para que seja possível dar resposta à procura de testes comparticipados de covid-19.

Maquinistas da Metro Porto em greve devido a "impasse de negociações"

Os maquinistas da Metro Porto encontram-se durante esta sexta-feira em greve e, segundo declarações do dirigente do sindicato dos maquinistas, Hélder Silva, ao Porto Canal, disse que esta greve "deve-se ao impasse de negociações com a subconcessionária da Metro Porto" explicando que "já andam em negociações há mais de um ano, mas sem evoluções". Hélder Silva referiu ainda que a greve "está com 100% de adesão" e sem "serviços mínimos".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.