Info

Petição pede o fim de anúncios de venda de animais

Petição pede o fim de anúncios de venda de animais
| País
Porto Canal (DYS)

O Movimento Movido a 4 patas e o Grupo Garra criaram uma petição com o objetivo de terminar com os anúncios de venda de animais em sites como o OLX, Custo Justo, entre outros.

Este tipo de venda está a ser posta em causa devido aos “anúncios escandalosos de venda de animais sem qualquer cuidado, ou trocas destes por objectos”, alegam as duas organizações.

Ao que a petição indica, os animais domésticos vendidos nestas plataformas, não são de criadores de referência, mas de pessoas que fazem criações sem quaisquer condições de higiene e saúde, vendendo animais vítimas de maus tratos, que vivem em condições precárias, sem estarem desparasitados ou vacinados, tornando-se assim, foco de doenças.

“Esta petição [pretende] que esta matéria seja legislada”, lê-se na petição. “Estas plataformas da internet admitem publicações sobre animais onde [estes] são considerados mercadoria, como se de um objecto se tratasse. Apesar de a actual lei não considerar os animais como seres sencientes, merecedores de uma vida digna, é imperiosa uma mudança que passe a respeitar as suas necessidades físicas e comportamentais, de acordo com a espécie”, continua o documento.

“Desta forma, os animais não devem ser alvo de um comércio que não só coloca algumas espécies em risco de extinção, bem como contribui para a proliferação de crimes de maus tratos a animais, sem que as autoridades competentes na matéria possam de alguma forma actuar”, avançam as organizações.

+ notícias: País

Mais 677 infeções, cinco mortes e nova redução nos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas mais 677 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, cinco mortes atribuídas à covid-19 e nova redução nos internamentos em enfermaria e cuidados intensivos.

Estudo revela que dois em cada 10 idosos não desenvolvem anticorpos após a toma da vacina contra a Covid-19

Um estudo realizado durante um ano, por um grupo de investigadores do Instituto de Investigação do Medicamento, da Faculdade de Fármacia da Universidade de Lisboa, revelou que dois em cada 10 idosos não desenvolvem anticorpos após a toma da vacina contra a Covid-19.

Marta Temido: "Há quantidades para revacinar toda a população contra a Covid-19"

A Ministra da Saúde, Marta Temido, avisa que "há quantidades para revacinar toda a população contra a Covid-19" e alerta que "a máscara não é para deitar fora".

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.