Costa recebe dos membros do seu Governo cabaz de Natal com produtos tradicionais portugueses

| País
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 22 dez (Lusa) - Os ministros e os secretários de Estado do Governo estiveram hoje em São Bento para desejar votos de boas festas ao líder do executivo, António Costa, a quem ofereceram um cabaz de Natal com produtos tradicionais portugueses.

Fonte do gabinete do primeiro-ministro disse à agência Lusa que o cabaz de Natal oferecido a António Costa teve um custo simbólico de seis euros por cada um dos membros do executivo e destinou-se a salientar a "excelência e a diversidade da produção nacional".

"O presente escolhido foi um cabaz com 30 produtos tradicionais portugueses, onde se inclui o melhor que é produzido em todos os distritos de Portugal, desde Viana do Castelo a Faro, sem esquecer as regiões autónomas da Madeira e dos Açores. Uma oferta que vem reconhecer e promover a qualidade da produção nacional em vários setores de atividade", acrescentou a mesma fonte.

Entre os produtos oferecidos a António Costa estão chouriça e salpicão da serra d'Arga (Viana do Castelo), vinho verde (Braga), azeite e alheira de Mirandela (Bragança), vinho do Porto e folar de Valpaços (Vila Real), leite biológico (Porto), ovos moles e pão de ló de Ovar (Aveiro), maçã bravo de esmolfe e vinho espumante (Viseu), mel da Lousã (Coimbra), travia da Beira Baixa (Castelo Branco), maçã de Alcobaça e ginja de Óbidos (Leiria) e ameixas de Elvas (Portalegre).

Os ministros e secretários de Estado ofereceram ainda a António Costa aguardante da Lourinhã e pera rocha (Lisboa), queijo de Azeitão e moscatel (Setúbal), queijo e ervas aromáticas (Évora), paleta de Barrancos, azeite de Moura e vinho alentejano (Beja), laranjas do Algarve, flor de sal de Tavira, batata doce de Aljezur e sardinhas em conserva (Faro), queijo da ilha de São Miguel e ananás (Açores), e estrelícias e bananas (Madeira).

Fonte do executivo disse à agência Lusa que os ministros chegaram à residência oficial do primeiro-ministro, em São Bento, ao início da tarde, onde almoçaram.

Os secretários de Estado juntaram-se aos ministros nos cumprimentos de boas festas após o almoço.

PMF // SMA

Lusa/fim

+ notícias: País

Governo anuncia novo investimento no SIRESP para assegurar comunicações satélite

O SIRESP vai ter um novo investimento de 4,2 milhões de euros em equipamentos de redundância para assegurar as comunicações via satélite em caso de falha dos circuitos terrestres, anunciou hoje o Ministério da Administração Interna.

Autarca da Guarda diz que fogo em Aldeia Viçosa está "descontrolado"

O incêndio que deflagrou em Mizarela, pelas 15:36, está "descontrolado, tendo em conta os ventos fortes e a localização na encosta", admitiu à agência Lusa o presidente da Câmara Municipal da Guarda.

Costa recupera gasoduto chumbado em 2018. Novo traçado no Alto Douro Vinhateiro é incógnita

O pedido foi feito pelo Chanceler alemão e Portugal apressou-se a responder. A Europa quer reduzir, ainda mais, a dependência do gás da Rússia e para isso precisa de um novo gasoduto. António Costa garante que “o percurso já está definido” e que os trabalhos estão “muito avançados”. Mas, a verdade é que o projeto existente para a ligação entre Celorico da Beira, na Guarda e Vilar de Frades, em Bragança, foi rejeitado, em 2018, na Avaliação de Impacte Ambiental da Agência Portuguesa do Ambiente.