Candidato presidencial Cândido Ferreira defende nomeação de António Costa

| Política
Porto Canal com Lusa

Lisboa, 13 nov (Lusa) -- O candidato presidencial Cândido Ferreira considerou hoje inevitável que o secretário-geral do PS, António Costa, seja nomeado primeiro-ministro e sustentou que a atual situação política exige uma atuação "firme e rápida" por parte do Presidente da República.

"Tendo a esquerda, tal como eu previra, procurado criar uma alternativa de poder, não vejo hoje outra saída para este jogo, que não passe pela nomeação do cidadão António Costa, a quem daria toda a minha solidariedade institucional", afirmou Cândido Ferreira, em comunicado.

O XX Governo ficou terça-feira demitido em consequência da aprovação de uma moção de rejeição ao seu programa, no parlamento. O Presidente da República iniciou quinta-feira um conjunto de audiências com entidades e personalidades para analisar a situação atual.

Para Cândido Ferreira, "boa ou má, a solução que a Assembleia da República encontrou é uma das que decorre da lei" e é "igual à que se vive em diversos países da comunidade europeia".

"Não se entende, assim, a relutância do cidadão Pedro Passos Coelho e dos seus apoiantes em abandonarem o poder, recorrendo até a artifícios legais e de retórica, que exigem do atual Presidente da República a firme e rápida aplicação do texto constitucional, a única forma de garantir a coesão e a paz social pela qual os portugueses tanto lutaram", sustentou.

SF // SMA

Lusa/fim

+ notícias: Política

PSD: Montenegro eleito novo presidente com 73% dos votos

O social-democrata Luís Montenegro foi hoje eleito 19.º presidente do PSD com 73% dos votos, vencendo as eleições diretas a Jorge Moreira de Silva, que alcançou apenas 27%, segundo os resultados provisórios anunciados pelo partido.

Marcelo condecora emigrante criador de gado no Vale de São Joaquim

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, condecorou no domingo um emigrante português criador de gado e produtor de leite no Vale de São Joaquim, na Califórnia, região agrícola que nenhum dos seus antecessores tinha visitado.

Marcelo espera que obras no aeroporto arranquem antes do fim do seu mandato

O Presidente da República saudou este sábado a convergência entre Governo e PSD quanto ao método de decisão sobre a nova solução aeroportuária para a região de Lisboa, considerando que "é uma boa notícia".