Info

Escola de Rock de Paredes de Coura lança primeira digressão pelo Norte e Galiza

Escola de Rock de Paredes de Coura lança primeira digressão pelo Norte e Galiza
| Norte
Porto Canal

O espetáculo final a produzir pelos jovens participantes na Escola de Rock, que decorre de 18 a 22 de dezembro em Paredes de Coura, vai entrar em digressão pelo norte do país e pela Galiza em 2016.

A novidade da segunda edição desta residência artística dedicada ao rock foi avançada hoje à Lusa pela organização, a cargo do Space Ensamble, que adiantou que o espetáculo "já vai entrar em 'tour' no primeiro trimestre de 2016, "proporcionando uma hipótese única aos músicos participantes de entrar numa digressão por algumas das melhores salas da região".

Como exemplos, apontou o auditório municipal de Vigo, na Galiza, o Hard Club, no Porto, e as salas de espetáculos de Ponte de Lima ou Monção, ambas no Alto Minho.

Os jovens que participaram na edição de 2014 da Escola de Rock tocaram ao vivo, em agosto passado, no Festival Música de Paredes de Coura, tendo interpretado temas de bandas como Pixies, Nirvana, Queens Of The Stone Age, Black Keys, AC/DC, Tame Impala ou Future Islands.

Para o presidente da Câmara, entidade que apoia a iniciativa, trata-se "de um projeto que nasce com o objetivo de ocupar as férias dos jovens de forma lúdica, pedagógica e artística".

"Se queremos uma sociedade com futuro temos que investir nos jovens, e nos seus anseios, mas de forma séria", frisou Vítor Paulo Pereira.

A residência artística, que levou Paredes de Coura a vencer o Prémio Município do Ano 2015, atribuído pela Universidade do Minho, vai decorrer durante a pausa letiva do Natal.

Destina-se a músicos de todo o país e de todas as nacionalidades, com mais de 14 anos, que durante cinco dias, "terão formação intensiva, experimentação e partilha".

Vítor Paulo Pereira adiantou que "o currículo disciplinar escolar é essencial, e tem muito peso na nossa sociedade, mas a arte, a música, a dança ou outra qualquer forma cultural são manifestações importantíssimas nas formações dos nossos jovens e ferramentas fundamentais de formação, cidadania, até na preparação para aquilo que chamam de mercado de trabalho".

A residência artística termina no dia 22 de dezembro, às 22:00, com a apresentação, no centro cultural de Paredes de Coura, de um espetáculo final, resultado das competências musicais e criativas, em especial na área da música rock, adquiridas ao longo da formação.

Além da digressão pelo norte de Portugal e pela Galiza, o programa da segunda edição da Escola de Rock apresenta como novidades "concertos e 'jam sessions' em alguns bares de Paredes de Coura e sessões de cinema no centro cultural".

Estão também previstas visitas às escolas daquele município do Alto Minho, entre 14 e 17 de dezembro, onde decorrerão 'showcases', demonstrações de instrumentos e 'workshops' de ilustração e serigrafia.

As inscrições estão a decorrer até 05 de dezembro com um custo de 30 euros, dando acesso a todo o programa de formação, assim como a todas as atividades paralelas, ou de 120 euros no caso dos jovens músicos pretenderem estadia e alimentação.

+ notícias: Norte

A diferença de tratamento face a Lisboa, a incapacidade de Vladimiro Feliz, o regresso do Selminho e muito Porto. O essencial da entrevista de Rui Moreira

Rui Moreira, presidente da Câmara Municipal do Porto, afirmou em entrevista exclusiva ao Porto Canal que se a proposta do 'drive thru' do Queimódromo, no Porto, para acelerar a vacinação contra a Covid-19 na região, fosse em Lisboa, ou se a Câmara fosse socialista, "já estaria a funcionar". Na primeira entrevista como candidato à autarquia portuense, Moreira disse que Vladimiro Feliz (candidato do PSD) "não apresenta uma proposta para a cidade" e que apenas vê o candidato social democrata a ter atos de "ventriloquismo" visto que apenas "diz o que o patrãp (Rui Rio) manda".

Dezenas de jovens com cerca de 20 anos foram vacinados contra a Covid-19 indevidamente no Porto. Task Force garante que não deveria ter acontecido

Vários jovens na casa dos 20 anos foram vacinados, esta quinta-feira, no Centro de Vacinação do Cerco, no Porto. A Task Force garante que isto não deveria ter acontecido. A vacinação aberta foi promovida nas redes sociais pela Junta de Freguesia, que diz ter recebido indicações das autoridades de saúde do Porto Oriental.

Atraso na vacinação cria longas filas de espera no Centro de Vacinação do Regimento de Transmissões do Exército na Circunvalação, Porto

O Centro de Vacinação do Regimento de Transmissões do Exército na Circunvalação, no Porto, está com longas filas de espera, segundo apurou o Porto Canal.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.