Info

Juízes decidem acabar com o segredo de justiça da "Operação Marquês" e defesa pede a libertação imediata de Sócrates. 

Juízes decidem acabar com o segredo de justiça da "Operação Marquês" e defesa pede a libertação imediata de Sócrates. 
| Política
Porto Canal (CYO)

Os juízes desembargadores Rui Rangel e Francisco Caramelo decidiram acabar com o segredo de justiça na “Operação Marquês” e todos os arguidos do processo vão ter acesso aos autos da investigação. Na sequência dessa decisão, a defesa de Sócrates anunciou esta sexta-feira que ia pedir a libertação imediata do ex-primeiro-ministro.

Na sequência da decisão do Tribunal da Relação de Lisboa de acabar com o segredo de justiça do processo “Operação Marquês”, José Sócrates e os outros oito arguidos irão ter acesso a todos os indícios recolhidos pelo Ministério Público. O procurador Rosário Teixeira e o juiz Carlos Alexandre foram criticados pela forma como geriram o segredo de justiça, porque, segundo o acórdão, nenhum arguido pode ser “vítima de truques” que o impeçam de aceder às provas que existem contra si.

Os advogados de José Sócrates, perante esta decisão, anunciaram que iriam pedir a libertação imediata do ex-primeiro-ministro, que se encontra em prisão domiciliária desde 5 de Setembro depois de ter estado 288 dias no estabelecimento prisional de Évora. No entanto, o arguido só irá ter acesso aos autos da investigação depois das eleições legislativas.

João Araújo, advogado de Sócrates, classificou como uma “vitória” para a defesa a decisão do Tribunal da Relação de Lisboa, ao mesmo tempo que é “uma derrota absoluta para a investigação”.

+ notícias: Política

Governo admite ser preciso mais tempo para discutir a Descentralização

O Governo admite ser preciso mais tempo para discutir a descentralização com as autarquias. O anúncio surge depois de vários presidentes de Câmara defenderam um adiamento da lei que obrigas as Câmaras a aceitar as competências a partir de janeiro de 2021.

Rui Moreira considera que poder político "tem convivido bem" com o Centralismo

Rui Moreira considera que a Regionalização não deve estar fora desta legislatura só porque o Presidente da República não concorda. Convidado de Paulo Baldaia, no Gente que Conta, o autarca afirmou ainda que o Centralismo convém ao poder político.

Marcelo diz estar a "carregar baterias" quando questionado sobre recandidatura

Marcelo Rebelo de Sousa disse hoje estar a "carregar baterias" em Moçambique quando questionado sobre uma eventual recandidatura à Presidência da República portuguesa, deixando a resposta em aberto.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.