Sócrates vai votar nas legislativas, mas sem pedir autorização

Sócrates vai votar nas legislativas, mas sem pedir autorização
| País
Porto Canal

Os advogados de José Sócrates anunciaram hoje que o ex-primeiro-ministro exercerá o seu direito de votar nas próximas eleições legislativas, a 04 de outubro, e não pedirá autorização para o fazer.

"José Sócrates exercerá, naturalmente, esse seu direito, garantido pelas leis e pela Constituição, e por isso não pedirá autorização alguma, limitando-se, se ainda for caso disso, a transmitir informações pertinentes", esclarecem os advogados João Araújo e Pedro Delille em comunicado enviado às redações.

Na nota, os advogados referem que não permitirão que "o exercício do seu [José Sócrates] direito cívico seja transformado por quem quer que seja, em espectáculo de humilhação pública dele em em prejuízo para o Partido Socialista".

Após nove meses e meio em prisão privativa, José Sócrates encontra-se desde o 05 de setembro em prisão domiciliária, com vigilância policial, no âmbito do processo "Operação Marquês".

+ notícias: País

TAP. Pilotos dizem que João Galamba acabou reunião de "forma inaudita"

O presidente do Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) criticou, esta sexta-feira, a reunião da estrutura com o ministro das Infraestruturas, João Galamba, referindo que o governante saiu da mesma de "forma inaudita" e que ficaram "preocupadíssimos" com o dossier.

Atenção. PSP alerta para emails fraudulentos sobre processos criminais

A Polícia de Segurança Pública (PSP) alertou, esta sexta-feira, para os diversos emails fraudulentos enviados em nome das forças de segurança. A PSP pediu para não aceder a qualquer ligação ou ficheiro em seu nome.

Tribunal arbitral impõe serviços mínimos face às greves de professores

O Tribunal Arbitral já decidiu, esta sexta-feira, “por unanimidade, fixar serviços mínimos” nas escolas “face à imprevisibilidade das greves decretadas pelo Sindicato de Todos os Profissionais da Educação e consequências acumuladas para os alunos”.