Info

Cavaco diz que empresários portugueses são "heróis"

Cavaco diz que empresários portugueses são "heróis"
| Economia
Porto Canal

O Presidente da República, Cavaco Silva, apelou hoje aos empresários portugueses para não adiarem as decisões de investimento, considerando-os "heróis" nos tempos que correm pelo seu contributo para Portugal.

"Os empresários portugueses são uns dos heróis nos tempos que correm. O seu contributo para a correção dos desequilíbrios económicos e financeiros do país (...), para a criação de emprego em Portugal (...) desde logo pela ousadia de conquista de novos mercados quando a procura interna se situou numa situação de grande fragilidade. Então os empresários portugueses não voltaram a cara", disse Cavaco Silva durante a cerimónia de comemoração dos 125 anos da cervejeira nacional Unicer, que contou também com a presença do ministro-adjunto e do Desenvolvimento Regional, Poiares Maduro.

O chefe de Estado defendeu haver razões neste momento para os empresários não adiarem as suas decisões de investimento, destacando os "indicadores prometedores" na Europa.

Assinalou ainda que "hoje que o made in Portugal vende-se nos mercados internacionais", para o que contribuiu a "melhoria de imagem" do país "que cumpre" e "é capaz de resolver os seus problemas".

Na cerimónia, o presidente executivo da Unicer, João Abecassis, assinalou que são empresas como esta "que permitem ao país a capacidade de reter e atrair quadros médios superiores".

Durante a visita ao complexo industrial da cervejeira nacional, o presidente inaugurou o novo armazém automático da Unicer que representou um investimento "superior a 100 milhões de euros", tendo 33 metros de altura e uma área "próxima de um campo de futebol", com um circuito de carros elétricos com ligação direta à fábrica e onde é possível armazenar 40 mil paletes e movimentar diariamente 12 mil paletes.

A origem da Unicer remonta a 07 de março de 1890 com a criação da CUFP - Companhia União Fabril Portuense de Fábricas de Cerveja e Bebidas Refrigerantes, tendo-se instalado na atual localização, Leça do Balio, em Matosinhos, no ano de 1964

+ notícias: Economia

Sinistralidade rodoviária tem impacto económico e social negativo de 1,2% do PIB

O secretário de Estado da Proteção Civil afirmou este domingo que o impacto negativo, económico e social da sinistralidade rodoviária em Portugal é de 2,3 mil milhões de euros, equivalente a 1,2% do Produto Interno Bruto (PIB) do país.

Professores com horários incompletos contestam "anarquia" nos descontos para a Segurança Social

Dezena e meia de professores contratados com horários incompletos manifestaram-se este sábado no Porto, afirmando-se “lesados” nos descontos para a Segurança Social e acusando o Governo de “ignorar a arbitrariedade e anarquia total” da sua situação contributiva.

BE quer transportes públicos gratuitos para crianças até aos 12 anos

O Bloco de Esquerda quer que todas as crianças até aos 12 anos tenham acesso gratuito aos transportes públicos e que sejam alocadas verbas do Imposto Sobre Produtos Petrolíferos para o Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART).

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.