Info

Portas diz que 2014 foi o melhor ano de sempre em exportações, a crescer perto dos 3%

| Economia
Fonte: Agência Lusa

Milão, Itália, 15 fev (Lusa) - O vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, afirmou hoje que Portugal conseguiu ter em 2014 "o melhor ano de sempre em exportações", com um crescimento próximo dos 3%, antecipando que em 2015 "a dívida pública portuguesa iniciará uma trajetória descendente".

Em declarações aos jornalistas durante a visita à comitiva portuguesa presente na feira de calçado MICAM, em Milão, Itália, Paulo Portas adiantou os números definitivos das exportações de 2014 que serão conhecidos na próxima semana, que revelam um crescimento das exportações portuguesas "para um número mais próximo dos 3%".

"O que significa que Portugal conseguiu ter,em 2014, o seu melhor ano de sempre em exportações. E eu quero chamar a atenção, porque é uma proeza das empresas que se é verdade que houve contração nos combustíveis, também é verdade e tem que ser dito que houve um notável crescimento em 14 dos 17 principais produtos que Portugal exporta", enfatizou.

Questionado sobre os números da dívida pública portuguesa em 2014 e se estes ficam ou não abaixo das previsões do Governo, o vice-primeiro-ministro falou apenas de 2015, para antecipar que este ano "a dívida pública portuguesa iniciará uma trajetória descendente".

"Tinham razão aqueles que diziam que as exportações continuariam a crescer e precipitaram-se aqueles que disseram que tinham chegado ao limite", atirou.

Paulo Portas destacou ainda os recentes números sobre o PIB que mostram que "Portugal cresceu no ano passado 0,9%, o que significa que pela primeira vez em quatro anos tivemos crescimento económico".

"O último trimestre, em cadeia, cresceu 0,5%. Foi o melhor dos trimestres do ano, o que é um bom sinal para 2015", disse.

O governante aproveitou ainda para defender a ideia de que quanto mais o país exportar, mais nos protege "os postos de trabalho em Portugal porque a economia é global".

JF// ATR

Lusa/fim

+ notícias: Economia

Presidente da Ryanair mete "nariz de Pinóquio" a Pedro Nuno Santos para contestar "críticas falsas"

O Presidente Executivo da Ryanair, Michael Kevin O'Leary, numa conferência de imprensa realizada esta sexta-feira, em Lisboa, acusou o Ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, colocando-lhe 'um nariz de pinóquio' numa fotografia, por alegadas "críticas falsas" à empresa. O presidente exige que se construa o aeroporto do Montijo e diz que "Pedro Nuno Santos tem que fazer aquilo que é pago para fazer".

Banca com nova vaga de saída de trabalhadores e admite despedimentos

Os grandes bancos vão reduzir milhares de trabalhadores este ano, um processo que vem acontecendo desde a última crise mas que em 2021 deverá atingir um novo pico, tendo mesmo BCP e Santander Totta admitido recorrer a despedimentos.

Captura de sardinha em Portugal pode aumentar para até 30.000 toneladas

A captura de sardinha em Portugal poderá aumentar para até 30.000 toneladas já este ano, anunciou o ministro do Mar, após o parecer científico do Conselho Internacional para a Exploração do Mar.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.