Info

Prémio Pessoa 2014 é anunciado na sexta-feira em Sintra

| País
Fonte: Agência Lusa

Lisboa, 09 dez (Lusa) - O Prémio Pessoa 2014, que reconhece a intervenção de uma personalidade portuguesa na vida cultural e científica do país, será anunciado na sexta-feira no Palácio dos Seteais, em Sintra, anunciou hoje a organização.

Esta será a 28.ª edição do Prémio Pessoa, que tem um valor monetário de 60.000 euros. Em 2013, o prémio foi atribuído à investigadora Maria Manuel Mota pelos estudos desenvolvidos sobre a malária.

Presidido por Francisco Pinto Balsemão, o júri do Prémio Pessoa 2014 integra Álvaro Nascimento, António Barreto, Clara Ferreira Alves, Diogo Lucena, João Lobo Antunes, José Luís Porfírio, Maria Manuel Mota, Maria de Sousa, Pedro Norton, Rui Magalhães Baião, Rui Vieira Nery e Viriato Soromenho-Marques.

O galardão é atribuído a uma pessoa que "tiver sido protagonista de uma intervenção particularmente relevante e inovadora na vida artística, literária ou científica do país", sustenta a organização.

Em anos anteriores o Prémio Pessoa distinguiu, entre outros, o investigador Richard Zenith, o historiador José Matoso, os poetas António Ramos Rosa e Herberto Helder (que recusou o galardão), a pianista Maria João Pires, os arquitetos Eduardo Souto de Moura e Carrilho da Graça, o compositor Emmanuel Nunes, o constitucionalista José Joaquim Gomes Canotilho, a historiadora Irene Flunser Pimentel e o ensaísta Eduardo Lourenço.

O prémio foi atribuído 'ex-aequo' por duas vezes: em 1992 aos investigadores António e Hanna Damásio e, em 1999, ao escritor e político Manuel Alegre e ao fotógrafo José Manuel Rodrigues.

O Prémio Pessoa é uma iniciativa do semanário Expresso, com o patrocínio da Caixa Geral de Depósitos.

SS//GC

Lusa/fim

+ notícias: País

Uma morte, 268 novos casos de Covid-19 e redução de internamentos nas últimas 24 horas

Portugal registou hoje uma morte atribuída à covid-19, 268 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, e nova redução nos internamentos em enfermaria e em cuidados intensivos, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

SEF/Ihor: Inspetores condenados a nove e sete anos de prisão

Os três inspetores do SEF acusados do homicídio do ucraniano Ihor Homeniuk, em março de 2020, foram hoje condenados a nove e sete anos de prisão, pelo crime de ofensa à integridade física grave qualificada, agravada pela morte.

Covid-19: Portugal é o país da UE com menos novos casos diários por milhão de habitantes

Portugal é o país da União Europeia com menos novos casos diários de infeção por SARS-CoV-2 e continua entre os com menos mortes por milhão de habitantes nos últimos sete dias, segundo o 'site' estatístico Our World in Data.

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Zoom Zoom Z o o m