Filmes portugueses premiados em Itália

| País
Porto Canal / Agências

Estarreja, 05 nov (Lusa) - O Cine-Clube de Avanca anunciou hoje que dois filmes em que foi coprodutor foram distinguidos em Itália, no "The Spirits of the Earth International Film Festival" em Castello della Rovere,Turim.

A distinção irá permitir aos realizadores receberem bolsas de estudo no valor de 12 mil euros na St. John International University, universidade americana que organiza anualmente o festival, que reúne filmes "preocupados com a sustentabilidade, a ecologia e a cultura".

"Lágrimas de um Palhaço", de Cláudio Sá, em que "um velho palhaço preso na rotina procura, inesperadamente o caminho da liberdade" ganhou o Prémio de Melhor Filme de Animação, sendo o primeiro prémio que o filme recebe no estrangeiro.

O Prémio para o Melhor Filme feito por estudantes foi atribuído à curta-metragem de animação "Os Guardiões das Florestas", realizado por estudantes da Escola E/B 2.3 Bento Carqueja, de Oliveira de Azeméis.

Trata-se de um filme sobre a floresta e a sua salvaguarda, produzido ao longo do ano escolar numa oficina orientada por animadores do Cine-Clube de Avanca, em resultado da adaptação de uma obra literária de Evandro Morgado.

O Festival premiou ainda um documentário do realizador italiano Emanuele Caruso, uma ficção de Jan Sabol, da Eslováquia, e o filme "The Black Queen", de Nisvet Hrustic, da Bósnia-Herzegovina.

MSO // MSP

Lusa / Fim

+ notícias: País

Rui Moreira: "Não tenho nenhum otimismo relativamente ao aeroporto de Lisboa"

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, manifestou-se esta quarta-feira "nada otimista" acerca da construção do novo aeroporto de Lisboa, considerando que o Campo de Tiro de Alcochete não é a melhor localização para a infraestrutura.

FC Porto vai ter jogo difícil frente a Belenenses moralizado afirma Paulo Fonseca

O treinador do FC Porto, Paulo Fonseca, disse hoje que espera um jogo difícil em casa do Belenenses, para a 9.ª jornada da Liga de futebol, dado que clube "vem de uma série de resultados positivos".

Proteção Civil desconhece outras vítimas fora da lista das 64 de acordo com os critérios definidos para registar os mortos dos incêndios na região centro

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) disse hoje desconhecer a existência de qualquer vítima, além das 64 confirmadas pelas autoridades, que encaixe nos critérios definidos para registar os mortos dos incêndios na região centro.