Info

Ministério Público investiga eventual sabotagem informática no Citius

Ministério Público investiga eventual sabotagem informática no Citius
| Política
Porto Canal

A Procuradoria-Geral da República (PGR) informou hoje que o inquérito aberto sobre os problemas na plataforma informática Citius visa investigar factos que poderão configurar a eventual prática de sabotagem informática.

Na sequência do relatório enviado pelo Ministério da Justiça sobre as falhas do Citius, a PGR indica, em comunicado, que "foi instaurado um inquérito com a finalidade de investigar os factos descritos naquela participação, os quais, de acordo com a mesma, poderão configurar a eventual prática de crime de sabotagem informática".

O gabinete de Joana Marques Vidal esclarece ainda que a atual diretora do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa, Maria José Morgado, "em momento algum da participação recebida do Ministério da Justiça é indicada como suspeita".

Lembra que o inquérito se encontra em investigação e em segredo de justiça.

+ notícias: Política

Ministério Público pede pena efetiva de prisão próxima dos três anos para Armando Vara

O Ministério Público (MP) pediu hoje a condenação do ex-deputado Armando Vara a uma pena efetiva próxima dos três anos de prisão por um crime de branqueamento de capitais, do qual foi pronunciado em processo separado da Operação Marquês.

Ministro dos Negócios Estrangeiros assegura que Portugal cumpriu as regras na entrada de britânicos

O ministro dos Negócios Estrangeiros assegurou hoje que Portugal cumpriu as regras de saúde pública relativamente à entrada de turistas britânicos, depois das críticas de Angela Merkel à descoordenação europeia quanto a viagens na União Europeia.

Gondomar contesta divisão da região por lotes para o concurso de transportes

                                    

Atenção: este é um espaço público e moderado. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

RELACIONADAS

DESCUBRA MAIS