O momento do desacato em apresentação de livro no NorteShopping que obrigou à retirada de escritora

O momento do desacato em apresentação de livro no NorteShopping que obrigou à retirada de escritora
| Porto
Porto Canal/ Agências

Este sábado, a escritor de livros infantis Mariana Jones voltou a ser alvo de "intimidações verbais" durante a apresentação do seu mais recente livro “O avô Rui, o senhor do café”, que teve lugar manhã deste sábado na FNAC do Norte Shopping, em Matosinhos. Em um novo vídeo que circula nas redes socias é possível ver o momento de tensão desencadeado segundos depois do arranque da apresentação da obra.

 

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 

Uma publicação partilhada por Porto Canal (@porto.canal)

Mariana Jones contou que quando ia apresentar o livro “O avô Rui, o senhor do Café”, sobre o percurso do empresário Rui Nabeiro, o ex-juiz Rui Fonseca e Castro, que preside à “Habeas Corpus”, autodenominada associação de defesa dos direitos humanos, interrompeu-a imediatamente fazendo perguntas em voz alta.

“A partir daí não consegui falar mais e fui retirada do local por seguranças”, explicou, acrescentando que depois chegou a PSP.

A escritora contou que já imaginava que tal situação pudesse acontecer porque, há dois dias, o ex-juiz publicou um vídeo nas redes sociais a avisar que ia estar na apresentação da obra literária.

Este episódio não é uma situação isolada dado que, a 01 de junho, na Feira do Livro de Lisboa, Mariana Jones estava a apresentar este mesmo livro quando foi diretamente interpelada por um membro da “Habeas Corpus” que a apelidou de “promotora da homossexualidade infantil e pedofilia”.

Nessa sequência, a escritora apresentou queixa na PSP contra “ameaças e intimidações, estando o caso já na posse do Ministério Público.

Mariana Jones referiu que, após o que aconteceu este sábado, vai fazer um aditamento ao processo.

+ notícias: Porto

“Um verdadeiro rali”. Boavista é palco de corridas ilegais em plena luz do dia

A proximidade ao centro da cidade, a densificada rede de transportes e a diversidade de serviços fazem da Boavista uma das zonas mais cobiçadas do Porto. E é nas ruas adjacentes à Avenida da França que nas últimas semanas têm decorrido corridas de alta velocidade que, de acordo com os relatos dos moradores, são organizadas por pessoas em situação de sem abrigo que pernoitam nas imediações.

Concelhia do PSD do Porto vai a votos no sábado

A Comissão Política Concelhia do PSD do Porto vai a votos no sábado com o deputado Alberto Machado, que se recandidata à liderança, e Francisco Carvalho, líder de bancada do PSD na Assembleia de Freguesia de Ramalde.

Proteção de dados “trava” aquisição de mais 117 câmaras de videovigilância no Porto

A Câmara Municipal do Porto ainda não conseguiu adquirir as 117 novas câmaras de videovigilância para as quais lançou um concurso público há cerca de um ano. Em causa está a falta de um parecer da Comissão Nacional da Proteção de Dados (CNPD), o que tem impedido o Tribunal de Contas de dar ‘luz verde’ ao município.