Sindicato dos Jornalistas leva Global Media a tribunal por atraso do subsídio de Natal

Sindicato dos Jornalistas leva Global Media a tribunal por atraso do subsídio de Natal
Pedro Benjamim | Porto Canal
| País
Porto Canal / Agências

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) vai avançar para tribunal após o Global Media Group não ter dado garantias de que vai regularizar o pagamento do subsídio de Natal.

No início do mês, o SJ escreveu uma carta à administração da Global Media a lembrar que a empresa estava em incumprimento no que diz respeito ao pagamento, referente a abril, aos trabalhadores a recibos verdes, bem como no que diz respeito à regularização do subsídio de Natal.

“Em face ao incumprimento, e sem um compromisso firme de que a situação ficará resolvida a breve trecho, o SJ não terá outra solução senão a de prosseguir com o caso para tribunal, tendo já toda a documentação preparada e pronta para avançar”, anunciou a estrutura sindical.

O SJ vai levar, na terça-feira, estas questões a uma reunião com o Ministro dos Assuntos Parlamentares, que tutela a comunicação social, Pedro Duarte.

Na semana passada, o SJ pediu uma reunião urgente ao Governo para abordar a “grave situação” dos trabalhadores a recibos verdes da Global Media, denunciando que há jornalistas com dois meses de vencimento em atraso.

Em 5 de junho, a Autoridade da Concorrência (AdC) divulgou a sua deliberação sobre a compra de títulos da GMG pela NI, referindo que esta operação não constituía uma operação de concentração, depois da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) ter dado 'luz verde'.

A operação inclui marcas como o Jornal de Notícias (JN), Jornal de Notícias História e os 'sites' NTV e Delas, Notícias Magazine, o desportivo O Jogo, Volta ao Mundo e Evasões.

Em 29 de abril, a Notícias Ilimitadas tinha notificado a AdC da operação.

A Notícias Ilimitadas é detida pela Verbos Imaculados, que se dedica à produção, edição, venda e distribuição de jornais e revistas a outros meios de comunicação social.

+ notícias: País

Boa sorte a caminho de uma casa portuguesa. Segundo prémio do Eurodreams sai em Portugal

Um apostador em Portugal ganhou o segundo prémio do EuroDreams, que consiste em 2.000 euros por mês durante cinco anos. Além deste vencedor em Portugal, outros dois apostadores no estrangeiro também acertaram seis números e conquistaram o mesmo prémio.

FC Porto vai ter jogo difícil frente a Belenenses moralizado afirma Paulo Fonseca

O treinador do FC Porto, Paulo Fonseca, disse hoje que espera um jogo difícil em casa do Belenenses, para a 9.ª jornada da Liga de futebol, dado que clube "vem de uma série de resultados positivos".

Proteção Civil desconhece outras vítimas fora da lista das 64 de acordo com os critérios definidos para registar os mortos dos incêndios na região centro

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) disse hoje desconhecer a existência de qualquer vítima, além das 64 confirmadas pelas autoridades, que encaixe nos critérios definidos para registar os mortos dos incêndios na região centro.