Penafiel vai investir 11.8 milhões de euros na requalificação de três escolas

Penafiel vai investir 11.8 milhões de euros na requalificação de três escolas
| Norte
Porto Canal/Agências

Penafiel vai investir cerca de 11,8 milhões de euros na requalificação de três escolas do concelho, no âmbito de obras financiadas pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), informou esta quarta-feira a autarquia local.

As intervenções vão abranger a Escola Básica de Paço de Sousa, a Escola Básica e Secundária de Pinheiro e a Escola Básica D. António Ferreira Gomes.

A Escola Básica de Paço de Sousa, com um investimento estimado de 4,5 milhões de euros, e a Escola Básica e Secundária de Pinheiro, com obras no valor de 4,6 milhões de euros, encontram-se, segundo a câmara municipal, num estado de degradação "muito avançado".

Ambos os estabelecimentos vão sofrer uma requalificação completa, compreendendo o exterior e o interior do edificado.

A Escola Básica D. António Ferreira Gomes, na sede do concelho, foi recentemente requalificada no exterior. Porém, encontra-se também degradada no interior do edificado e ao nível dos equipamentos educativos. Para aquele estabelecimento é apontado agora um investimento de 2,7 milhões de euros.

O presidente da autarquia, Antonino de Sousa, destaca que o investimento anunciado incidirá na modernização dos equipamentos escolares, “alinhados com as novas tecnologias”.

“É um investimento essencial para o futuro da educação, dotando as escolas de melhores condições e de recursos tecnológicos mais avançados”, reforçou, apontando para o objetivo de “melhorar a qualidade de aprendizagem e promover a inclusão”.

Com estes investimentos nas três escolas, que terão impacto positivo na eficiência energética, pretende-se alcançar uma redução de pelo menos 30% das emissões diretas e indiretas de gases com efeito de estufa, anotou ainda.

No início de junho foram assinados no Porto os contratos com os 16 municípios do Norte com candidaturas aprovadas no âmbito do concurso do PRR “Escolas Novas ou Renovadas” que representam um investimento de quase 130 milhões de euros, financiados a 100%.

“Tivemos 104 candidaturas, 55 municípios, correspondendo a investimentos de 750 milhões de euros. Neste primeiro lote conseguimos apoiar 22 escolas de 16 municípios, que representam todas as nossas entidades intermunicipais, um investimento de quase 130 milhões de euros, financiado a 100% pelo PRR e que vai permitir apoiar ou criar condições para cerca de 15 mil alunos da região”, revelou à data o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N).

Nesta primeira fase foram abrangidos os municípios de Barcelos, Chaves, Esposende, Maia, Mogadouro, Monção, Paços de Ferreira, Penafiel, Penedono, Sabrosa, Santo Tirso, Trofa, Viana do Castelo, Vila do Conde, Vila Nova de Famalicão e Vila Nova de Foz Côa.

+ notícias: Norte

Proprietário de casa que tem obra de Bordalo II em Viseu exige que Câmara pague os danos

O proprietário de uma casa que tem na sua fachada uma obra de Bordalo II exigiu esta quinta-feira à Câmara de Viseu a reparação de danos que alegou terem sido provocados pela forma como foi colocada a instalação artística.

Braga divulga programação completa para Noite Branca

Pedro Abrunhosa, Carminho e Bárbara Bandeira são alguns dos nomes do cartaz da edição 2024 da Noite Branca de Braga, que vai decorrer de 6 a 8 de setembro, com seis palcos espalhados pela cidade, anunciou o município.

Eduardo Vítor e Câmara de Gaia absolvidos pelo Tribunal de Contas

A Câmara de Gaia e o seu presidente, Eduardo Vítor Rodrigues, foram absolvidos pelo Tribunal de Contas (TdC) em vários processos relativos a contas do município entre 2016 e 2022, divulgou esta quinta-feira a autarquia.