Governo aprova em Conselho de Ministros alterações em oito ordens profissionais

| País
Henrique Ferreira

O governo aprovou, esta quinta-feira, em Conselho de Ministros os primeiros oito diplomas do processo de regulamentação da nova lei sobre as ordens profissionais. 

As mudanças aplicam-se às ordens dos Contabilistas Certificados, Psicólogos, Nutricionistas, Veterinários, Fisioterapeutas, Biólogos e Assistentes Sociais. 

A aprovação deste conjunto de diplomas já tinha sido anunciada por António Costa, no debate de política geral desta quarta-feira, em resposta ao presidente da bancada socialista, Eurico Brilhante Dias. 

Apesar disso, o processo não foi pacífico com algumas ordens a contestarem as alterações propostas pelo Governo. 

No caso dos Contabilistas Certificados o principal problema estava nas competências exclusivas dos diferentes profissionais. Inicialmente a proposta apresentada precia que os contabilistas perdessem as atuais competências em matéria de fiscalidade, ou seja a submissão de declarações fiscais dos seus clientes.

Em declarações ao Porto Canal, Paula Franco, Bastonária da Ordem dos Contabilistas assegura que a questão foi retificada pelo Governo, mas que continua a ser preciso "ter alguma cautela porque é muito fácil destruir aquilo que se contruiu". 

Já os psicólogos, por exemplo, contestavam o acesso de profissionais não qualificados à ordem, colocado em causa a saúde mental dos doentes.

Francisco Miranda Rodrigues, explica ao Porto Canal, que a "proposta parecia surreal em 2023" e que, por isso "foi comunicada aos membros da ordem", que acabaram por exercer pressão para que o Governo retificasse a incoerência da lei. 

+ notícias: País

Governo candidata dois projetos de 100 milhões de euros para investir na economia do mar, no âmbito do PRR

O secretário de Estado do Mar anunciou esta quinta-feira que o Governo candidatou à reprogramação dos fundos do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) dois projetos para investir na economia do mar, num investimento global de 100 milhões de euros.

“Filandorra está em risco de extinção nos próximos três meses”, diz diretor 

O diretor da Filandorra diz que a companhia de teatro está em risco de se extinguir nos próximos três meses.

Alunos vão terminar ano letivo sem computadores prometidos pelo Governo

Os alunos vão terminar o ano letivo sem os computadores que foram prometidos pelo Governo.