Depois da 'Operação Vórtex', Paulo Malafaia é novamente detido na 'Operação Babel'

Depois da 'Operação Vórtex', Paulo Malafaia é novamente detido na 'Operação Babel'
| Norte
Porto Canal

As buscas esta terça-feira realizadas pela Polícia Judiciária (PJ) nas câmaras de Gaia e do Porto, culminaram com a detenção do vice-presidente do município gaiense e de mais sete pessoas, abrangem projetos imobiliários de 300 milhões de euros. Ao que o Porto Canal apurou, um dos visados é Paulo Malafaia, detido no início do ano a respeito da 'Operação Vórtex'. O promotor imobiliário viria a sair em liberdade com uma caução de 100 mil euros.

A Operação Babel "centra-se na viciação de normas e instrução de processos de licenciamento urbanístico em favor de promotores associados a projetos de elevada densidade e magnitude, estando em causa interesses imobiliários na ordem dos 300 milhões de euros, mediante a oferta e aceitação de contrapartidas de cariz pecuniário”, explica a PJ, em comunicado.

Recorde-se que a operação Vórtex resultou na detenção do então presidente da Câmara de Espinho, Miguel Reis (PS), - que entretanto renunciou ao mandato -, de um funcionário desta e três empresários por suspeitas de corrupção ativa e passiva, prevaricação, abuso de poderes e tráfico de influências.

De acordo com o semanário 'Expresso', nas escutas recolhidas pelo Ministério Público Paulo Malafia tem uma conversa com um indivíduo de nome Caetano, um presumível investidor imobiliário da zona norte, que sugere contactar um advogado e ex-secretário de Estado do Ambiente, a quem é dado o nome de código “boca larga” e que teria sido “padrinho dos filhos de Nuno Lacasta”, presidente desta agência.

+ notícias: Norte

Resgatado tripulante de embarcação de pesca que caiu à água ao largo de Aveiro

A Estação Salva-vidas de Aveiro resgatou na noite de quarta-feira um tripulante de uma embarcação de pesca que caiu à água a cerca de 22 quilómetros a noroeste da barra do porto de Aveiro, foi anunciado.

Fogo deflagra em zona de mato em Caminha

Um incêndio deflagrou, ao início da noite desta quarta-feira, numa zona de mato em Vilar de Mouros, em Caminha, apurou o Porto Canal junto do Comando Sub-Regional do Alto Minho.

Há 400 presépios para ver em Barcelos

Em Barcelos desde o início deste mês que estão em exposição em vários espaços mais de 400 presépios de artesãos do concelho. Uma óptima oportunidade para conhecer mais e melhor do artesanato barcelense.