Danny Namaso: “Tenho sempre a ambição de marcar para ajudar a equipa”

Danny Namaso: “Tenho sempre a ambição de marcar para ajudar a equipa”
| Desporto
Porto Canal

Após o apito final em Chaves, Danny Namaso, autor dos dois golos com que o FC Porto venceu (2-0) na 2.ª jornada do grupo A da Taça da Liga, mostrou-se “muito feliz, principalmente pela vitória” e por ter podido “ajudar a equipa”, algo que tem “sempre a ambição” de fazer.

Depois de ter sido figura de destaque numa noite em que a vitória “foi o mais importante”, o avançado prometeu continuar a “trabalhar todos os dias para ter mais oportunidades” para “dar o máximo” em campo pelos Dragões.

O coletivo em primeiro
“Sim, estou muito feliz, principalmente pela vitória. É sempre bom marcar golos e ajudar a equipa, e consegui fazer isso hoje”.

A vontade de ajudar o FC Porto
“Tenho sempre a ambição de marcar golos para ajudar a equipa”.

Trabalho diário para somar minutos de azul e branco
“Estou a trabalhar todos os dias para ter mais oportunidades e, quando for chamado, vou tentar dar o meu máximo”.

Os três pontos como ingrediente fundamental da noite
“Todos os jogos são importantes e para ganhar. A primeira parte foi difícil, mas graças a Deus a segunda parte foi melhor e conseguimos a vitória, que foi o mais importante”.

+ notícias: Desporto

FC Porto (Andebol): Informação sobre os bilhetes para o FC Porto-Académico de Viseu

Jogo dos 16 avos de final da Taça de Portugal disputa-se a 3 de fevereiro (21h00), no Dragão Arena.

FC Porto (Hóquei em Patins): Tudo igual num duelo de campeões

FC Porto e Trissino empataram a três na abertura da nova prova europeia de hóquei.

FC Porto (Basquetebol): Miguel Maria espera uma saída vitoriosa frente aos aveirenses

72 horas volvidas desde mais uma grande vitória europeia, a equipa de basquetebol do FC Porto retoma a luta pelo título nacional no Dragão Arena. A 19.ª jornada do Campeonato reserva uma receção ao Esgueira (sexta-feira, 20h00, FC Porto TV/Porto Canal) e Miguel Maria Cardoso espera “continuar a ganhar porque trabalhar sobre vitórias é muito mais fácil”.