Veja as imagens dos estragos de uma noite de temporal em Lisboa 

| País
Porto Canal

Ao longo da noite da passada quarta-feira, a chuva torrencial que se fez sentir na capital portuguesa causou estragos e fortes inundações em algumas zonas. Segundo as informações disponibilizadas na manhã desta quinta-feira, a freguesia de Alcântara foi das zonas mais afetadas pelo mau tempo.

Em comunicado, o IPMA refere que a precipitação se deve manter “sob a forma de aguaceiros fortes no dia 8, que diminuirão de intensidade e frequência a partir da tarde de dia 9”.

 

Avenida Almirante Gago Coutinho 

 

Alguns viram o seu trabalho condicionado. Foi divulgado no 'Twitter' um vídeo onde é possível ver a mota de um trabalhador de uma empresa de entrega de refeições a ser levada pela força do temporal.

 

No entanto, apesar de a Câmara Municipal de Lisboa apelar aos lisboetas que fiquem em casa, a situação não se está a verificar em alguns casos. Através de vídeos divulgados nas redes socias, é possível ver que algumas pessoas aproveitaram as fortes inundações para "brincarem".

 

 

O Centro e Sul do país vai continuar sob aviso laranja e vermelho e o resto do país a amarelo. A Proteção Civil alerta para a possibilidade de cheias, queda de árvores e outras estruturas, como luzes de Natal.

+ notícias: País

Fisco vai avaliar e atualizar matrizes das barragens para cobrar IMI

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai fazer uma avaliação e atualização das matrizes das barragens e avançar com a cobrança do IMI desta tipologia de bens, segundo determina um despacho do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Nuno Félix.

Período de transição entre contratos do SIRESP vai custar ao Estado 7,4 milhões de euros

O período de transição vai custar, ao Estado, 1,2 milhões de euros por mês. De acordo com o Jornal de Notícias, o processo só deverá estar concluído no final de junho.

Primeiro prazo para reforço do poder das regiões já falhou

O prazo para o reforço do poder das regiões, no âmbito da transferência de competências das direcções regionais para as CCDR, seria o fim de janeiro. No entanto, de acordo com o jornal Público, o diploma ainda não está concluído.