Quase 200 centros de saúde com horário alargado no feriado

Quase 200 centros de saúde com horário alargado no feriado
| País
Porto Canal / Agências

Quase 200 centros de saúde estão esta quinta-feira a funcionar em horário alargado, como alternativa à procura dos serviços de urgência dos hospitais para situações não urgentes, informa o Ministério da Saúde.

O Governo adianta em comunicado que além destes 197 centros de saúde que hoje prolongam o horário, no fim de semana haverá um reforço do atendimento nos cuidados primários, com 233 centros de saúde abertos no sábado e 200 centros de saúde abertos no domingo.

Estas informações são também atualizadas no portal do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

“Para melhor atendimento e aconselhamento, reforça-se a importância de ligar em primeiro lugar para o SNS 24 (808 24 24 24), para uma triagem e encaminhamento adequado de cada situação, promovendo-se uma resposta mais célere e também o melhor planeamento da atividade do SNS”, refere o Ministério da Saúde.

Nas últimas semanas, os hospitais da região de Lisboa e sobretudo o Hospital de Santa Maria tem registado grande afluência às urgências com a população a esperar mais de 10 horas para ser atendida em situações consideradas urgentes.

+ notícias: País

Ministério Público anuncia inquérito à compra de aviões pela TAP

O Ministério Público abriu um inquérito à aquisição dos aviões pela TAP, no seguimento de uma auditoria solicitada pelo Governo. A notícia é avançada pelo jornal Observador.

Está decidido. Alunos vão ter que fazer três exames no fim do secundário

O desentendimento entre os ministérios da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e da Educação chegou ao fim. Na tarde desta segunda-feira, em conferência de imprensa, o ministro da Educação, João Costa, abandonou a ideia de acabar com os exames nacionais no 12º ano.

Governo apoia famílias afetadas pelas cheias em dezembro e janeiro

O Governo declarou as cheias de dezembro e janeiro como ocorrência natural excecional, facultando às famílias afetadas apoios para despesas com danos e isenção/diferimento do pagamento de contribuições para a segurança social, segundo diploma publicado esta segunda-feira.