Mundial'2022: Croácia supera Japão nos penáltis e garante presença nos quartos de final

Mundial'2022: Croácia supera Japão nos penáltis e garante presença nos quartos de final
| Mundial 2022
Porto Canal

A seleção croata de futebol bateu o Japão nas grandes penalidades, após empate a uma bola no tempo regulamentar e prolongamento e carimbou presença nos quartos de final do Mundial do Catar. 

Apesar do desaire, a formação japonesa foi a primeira a colocar-se em vantagem no marcador. Daizen Maeda, ex-Marítimo, inaugurou as contas da partida e dava alento ao sonho nipónico.

Contudo, a vice-campeã mundial respondeu no segundo tempo e Ivan Perisic restabeleceu a igualdade, aos 55 minutos, ao disferir um golpe de cabeça indefensável. 

 O equilíbrio manteve-se e empurrou o encontro para o prolongamento. Aqui, o receio de sofrer foi sempre maior do que a ousadia de marcar e o vencedor só seria encontrado através da marca dos 11 metros. 

O guarda-redes croata Livakovic brilhou no desempate através das grandes penalidades e conduziu a Croácia até aos quartos-de-final do Campeonato do Mundo.

 Mario Pasalic marcou o tento decisivo.

 O conjunto liderado por Zlatko Dalić vai jogar frente ao vencedor do duelo entre Coreia do Sul e Brasil.

+ notícias: Mundial 2022

Mundial2022: Dinamarca 'troca' golos por dinheiro para apoiar trabalhadores migrantes no Qatar

Os golos marcados em novembro na Dinamarca, desde os escalões amadores até ao campeonato principal, vão gerar uma verba para ajudar os trabalhadores migrantes no Qatar, anunciou esta segunda-feira a Federação Dinamarquesa de Futebol (DBU).

Qatar vai pagar a "espiões" para elogiarem o Mundial?

A questão é feita pelo jornal inglês "The Times", que na edição desta sexta-feira afirma que 40 adeptos ingleses foram escolhidos para integrar um grupo de 400 pessoas, oriundas de 60 países, com o objetivo de "limpar" a já negra imagem do Mundial de Futebol de 2022.

Mundial2022: FPF subscreve declaração com outras nove federações europeias sobre o Qatar 

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) subscreveu, com outras nove federações europeias, uma declaração em que reconhece que o Qatar trá feito progressos no que diz respeito aos direitos dos trabalhadores migrantes, revela a FPF em comunicado.