Madeira emite recomendações por previsões de forte precipitação

Madeira emite recomendações por previsões de forte precipitação
| País
Porto Canal

O Serviço Regional de Proteção Civil da Madeira emitiu este sábado um conjunto de recomendações à população face às previsões meteorológicas previstas que colocam o arquipélago sob aviso laranja para precipitação forte.

No documento, o Serviço Regional de Proteção Civil da Madeira indica que "associado a depressão ativa que deverá condicionar o estado do tempo no Arquipélago da Madeira entre o fim da tarde do dia 3 (sábado) e a madrugada do dia 5 (segunda-feira), prevê-se períodos de chuva ou aguaceiros pontualmente fortes e acompanhados de trovoada em especial na costa sul e nas regiões montanhosas da ilha da Madeira".

Também aponta para o vento com rajadas na ordem dos 90 quilómetros nas regiões montanhosas e até 80 quilómetros nas zonas mais expostas, enquanto as vão ser de quatro metros na costa sul, atingindo os cinco na parte norte da ilha.

Face aos avisos agora emitidos, recomenda-se que a população "evite as viagens para as zonas afetadas por este tipo de situação meteorológica" e "não circule por zonas com prédios degradados, devido ao risco de derrocadas".

Ainda pede as pessoas a adotarem "uma condução defensiva reduzindo a velocidade e tendo especial cuidado com a possível formação de lençóis de água".

Especiais cuidados são aconselhados para os percursos auto e apeados, sobretudo nas zonas montanhosas, vertentes expostas e zonas costeiras devido aos riscos que representam neste tipo de situação.

Fechar as portas e janelas, retirar os objetos soltos nas varandas e peitorais de janelas, garantir a desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento das águas são outros conselhos reiterados pela Proteção Civil.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou o arquipélago da Madeira sob aviso amarelo para agitação marítima forte, vento e precipitação.

+ notícias: País

Manuel Magina da Silva reconduzido no cargo de diretor nacional da PSP

O Governo reconduziu no cargo o diretor nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP), superintendente-chefe Manuel Magina da Silva, anunciou esta quinta-feira o Ministério da Administração Interna (MAI).

Jornada Mundial da Juventude vai custar à Igreja pelo menos 80 milhões

O orçamento da igreja para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) ainda não está fechado, mas será divulgado nos próximos dias, tendo já um valor provisório superior a 80 milhões de euros, adiantou esta quinta-feira o bispo coordenador do evento.

Sindicato da PSP volta a alertar para “más condições de trabalho” em esquadras

A Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP) denunciou esta quinta-feira “mais uma vez” as “más condições de trabalho em muitas esquadras e outras instalações da Polícia de Segurança Pública”, como na região do Porto ou no Aeroporto de Lisboa.