António Costa confirma presença no Qatar para assistir aos oitavos de final

António Costa confirma presença no Qatar para assistir aos oitavos de final
| Política
Porto Canal / Agências

O primeiro-ministro, António Costa, anunciou esta sexta-feira que estará presente no próximo jogo da seleção nacional de futebol no campeonato mundial, no Qatar, durante os oitavos de final.

À saída da cerimónia de tomada de posse dos seis secretários de Estado, no Palácio de Belém, entre eles o seu novo adjunto, António Mendonça Mendes, o primeiro-ministro foi questionado sobre se está a pensar deslocar-se ao Qatar para assistir ao jogo da seleção das quinas, depois de falhar a presença por motivos de saúde, no último jogo da fase de grupos.

“Claro, com certeza! Espero que na terça-feira”, respondeu António Costa, sem prestar mais declarações aos jornalistas.

Portugal apenas jogará na terça-feira se ficar em primeiro lugar no Grupo H, que será decidido esta sexta-feira no jogo contra a seleção da Coreia do Sul.

Na quarta-feira, fonte oficial do gabinete de António Costa adiantou à Lusa que o chefe do Governo tinha cancelado a deslocação ao Qatar para assistir ao encontro desta sexta-feira, por motivos de saúde, tendo sido substituído pela Ministra dos Assuntos Parlamentares, Ana Catarina Mendes, que tem a tutela do Desporto.

+ notícias: Política

Aprovada comissão de inquérito à TAP 

A proposta do BE para constituir uma comissão de inquérito à tutela política da gestão da TAP foi esta sexta-feira aprovada no parlamento, contando com a abstenção do PS e PCP e os votos a favor dos restantes.

Parlamento vive mais um momento de tensão. Chega ergue cartazes contra Catarina Martins e acaba criticado

Depois da confirmação do Parlamento, esta sexta-feira, para a recusa de levantamento da imunidade parlamentar à líder do Bloco de Esquerda, os deputados do Chega levantaram-se e ergueram cartazes com a fotografia de Catarina Martins e com a palavra “impunidade” por baixo, enquanto batiam nas mesas.

PCP agendou para 15 de fevereiro debate no parlamento sobre habitação

O PCP agendou para 15 de fevereiro, com caráter obrigatório, um debate parlamentar sobre habitação, alertando que a subida das taxas de juro está a criar um "cenário de grande dificuldade" para muitas famílias.