Mundial2022: Ronaldo falha treino de Portugal a dois dias do embate com sul-coreanos

Mundial2022: Ronaldo falha treino de Portugal a dois dias do embate com sul-coreanos
| Mundial 2022
Porto Canal/ Agências

Portugal prosseguiu esta quarta-feira com a preparação para o jogo com a Coreia do Sul, o último da fase de grupos do Mundial2022 de futebol, num treino em que o capitão Cristiano Ronaldo não esteve presente.

Depois de na terça-feira ter contado apenas com 12 jogadores no relvado do centro de treinos de Al-Shahaniya, situado nos arredores de Doha, o selecionador luso, Fernando Santos, teve esta quarta-feira à disposição um grupo mais alargado, mas esteve privado de Cristiano Ronaldo, que ficou a fazer trabalho específico de recuperação no ginásio.

Já o lateral esquerdo Nuno Mendes, o defesa Danilo e o médio Otávio, que constam no lote de indisponíveis, não subiram igualmente ao relvado para prosseguirem com a recuperação às respetivas lesões.

Nos primeiros 15 minutos abertos aos jornalistas, o grupo de jogadores de campo foi dividido em dois, com os titulares contra o Uruguai e Raphaël Guerreiro de um lado do campo e os restantes do outro, para a realização de exercícios com bola.

Os três guarda-redes Rui Patrício, Diogo Costa e José Sá fizeram trabalho especifico junto de uma das balizas.

Portugal venceu na segunda-feira o Uruguai por 2-0, com dois golos de Bruno Fernandes, e assegurou o apuramento para os oitavos de final, ocupando a liderança do Grupo H, com seis pontos, à frente do Gana, que tem três, enquanto os uruguaios e a Coreia do Sul têm ambos um.

A equipa das ‘quinas’ defronta na sexta-feira os sul-coreanos, treinados por Paulo Bento, na terceira e última jornada da fase de grupos, em jogo marcado para o Estádio Education City, em Doha, a partir das 18h locais (15h em Lisboa).

+ notícias: Mundial 2022

Mundial2022: Dinamarca 'troca' golos por dinheiro para apoiar trabalhadores migrantes no Qatar

Os golos marcados em novembro na Dinamarca, desde os escalões amadores até ao campeonato principal, vão gerar uma verba para ajudar os trabalhadores migrantes no Qatar, anunciou esta segunda-feira a Federação Dinamarquesa de Futebol (DBU).

Qatar vai pagar a "espiões" para elogiarem o Mundial?

A questão é feita pelo jornal inglês "The Times", que na edição desta sexta-feira afirma que 40 adeptos ingleses foram escolhidos para integrar um grupo de 400 pessoas, oriundas de 60 países, com o objetivo de "limpar" a já negra imagem do Mundial de Futebol de 2022.

Mundial2022: FPF subscreve declaração com outras nove federações europeias sobre o Qatar 

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) subscreveu, com outras nove federações europeias, uma declaração em que reconhece que o Qatar trá feito progressos no que diz respeito aos direitos dos trabalhadores migrantes, revela a FPF em comunicado.