Carlos Moedas insiste: Lisboa precisa de um novo aeroporto, mas deve manter também a Portela

Carlos Moedas insiste: Lisboa precisa de um novo aeroporto, mas deve manter também a Portela
| País
Porto Canal

O presidente da Câmara de Lisboa e a Associação de Turismo de Lisboa (ATL) são assertivos: o turismo é um dos principais fatores de competitividade da cidade, e um novo aeroporto é essencial para a dinâmica económica da capital. Mas defendem que o aeroporto da Portela deve manter-se ativo.

Segundo declarações ouvidas pelo jornal Público, tanto a ATL como o executivo acreditam que parte do sucesso de Lisboa como destino turístico se deveu “precisamente” à localização do aeroporto, pelo facto de estar “perto dos destinos turísticos”. Para os dois organismos lisboetas, perder o Aeroporto Humberto Delgado “como ligação ponto a ponto seria muito mau para Lisboa”.

O grande problema de se fazer um novo aeroporto longe da cidade, no Montijo ou em Santarém, prende-se na distância e no desconforto causado aos turistas. O Turismo de Lisboa exige a manutenção da infraestrutura no centro da cidade, Carlos Moedas concorda que o novo aeroporto deve coexistir com a Portela.

“É sempre bom mantermos um aeroporto perto da cidade. Uma coisa é termos um aeroporto como temos hoje, que está a criar uma poluição enorme, outra coisa é ter ali um aeroporto que pode servir com muito menos voos”, defendeu Carlos Moedas ao Público.

A construção de um novo aeroporto em Lisboa tem sido discutida desde 1969. Desde então já foram avançadas várias soluções, sem nunca se chegar a entendimento: já discutiu a Ota, aproveitar uma base militar no Montijo, requalificar a Portela, construir-se em Alverca e Sintra, Alcochete e Santarém.

+ notícias: País

Ex-acionista David Neeleman terá comprado a TAP com montante financiado pela própria companhia

O caso está a ser investigado pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal que abriu esta semana um inquérito. David Neeleman, ex-acionista da TAP, terá sido financiado pela própria companhia para controlar a TAP. Segundo avança o jornal ECO, a análise legal sustenta que Neeleman garantiu a compra da companhia aérea portuguesa com dinheiro cedido pela Airbus, a troco da compra de aviões.

"Não há qualquer comboio a circular neste momento". Greve dos maquinistas da CP com adesão total até às 7h

A adesão à greve dos maquinistas da CP - Comboios de Portugal está a ser total, tendo sido suprimidas todas as ligações previstas até às 6h, segundo fontes do sindicato e da empresa.

PSP alerta para burlas em seu nome 

A PSP alerta para a existência de burlas em que são utilizados os nomes de forças de segurança como a própria Polícia de Segurança Pública.