Eleições EUA: Kanye West anuncia candidatura a 2024

Eleições EUA: Kanye West anuncia candidatura a 2024
| Mundo
Porto Canal / Agências

O ‘rapper’ norte-americano Kanye West, envolvido recentemente em polémica, anunciou a sua candidatura às eleições presidenciais nos Estados Unidos em 2024 e afirmou ter oferecido o cargo de vice-presidente a Donald Trump.

“Pedi-lhe para ser meu vice-presidente”, disse o artista, garantindo que o antigo chefe de Estado “começou a gritar”.

Kanye West, que agora dá-se pelo nome de Ye, publicou uma série de vídeos no Twitter durante a noite de quinta-feira e a madrugada de hoje com o logótipo “Ye 24”.

Num deles, o ‘rapper’ de 45 anos lembra uma conversa que teve com Trump, que também já anunciou a sua candidatura às eleições de 2024.

Ye já havia embarcado numa improvável candidatura às eleições presidenciais em 2020, arrecadando 70.000 votos.

Já Trump confirmou esta sexta-feira que jantou com o músico na sua residência na Florida, mas garantiu que a refeição foi “rápida” e “sem história”.

No centro de várias polémicas, Ye foi duramente criticado nas últimas semanas por usas uma camisola com a frase “White Lives Matter” e por publicar comentários antissemitas nos Instagram e no Twitter.

Na quinta-feira, a sua antiga patrocinadora Adidas anunciou a abertura de uma investigação após funcionários da empresa desportiva alemã ter acusado o ‘rapper’ de comportamento sexual imprópria e intimidação.

+ notícias: Mundo

Escândalo sexual expulsa Príncipe André do Palácio de Buckingham

O príncipe André, de 62 anos, foi expulso de vez do Palácio de Buckingham, residência oficial da família real britânica, pelo rei Carlos III. Segundo avança o jornal britânico ‘The Sun’, o Duque de York terá dito a amigos próximos que nos detalhes sobre o caso de abuso sexual vão ser públicos em breve.

Mais de 6500 russos ligaram para linha de deserção "Eu quero viver"

Mais de 6500 russos ligaram para a linha de deserção: "Eu quero viver". Trata-se de uma linha direta criada pela Ucrânia em setembro de 2022. 

"Longa vida à Rússia". Pai de Djokovic visto ao lado de apoiantes de Putin no Open da Austrália

Srdjan Djokovic, pai de Novak Djokovic, foi filmado, na noite de quarta-feira, a posar com manifestantes pró-Rússia, envergando bandeiras com a cara de Vladimir Putin e sinais com a letra 'Z', de apoio às forças militares do país.