FC Porto (Basquetebol): O arrepiante final do jogo na Suíça e a "invasão" do mar azul

FC Porto (Basquetebol): O arrepiante final do jogo na Suíça e a "invasão" do mar azul
| Desporto
Porto Canal

O FC Porto venceu após prolongamento em casa do Fribourg (75-76) e está na fase seguinte da FIBA Europe Cup. O encontro ficou marcado por um final emocionante, com os adeptos portistas a entrar no recinto e a reunirem-se com os jogadores.

 

A equipa de basquetebol do FC Porto carimbou o passaporte rumo à ronda seguinte da FIBA Europe Cup pela primeira vez na história do clube. Com dois clássicos caseiros nas pernas, mas com um forte apoio da comunidade emigrante, os Dragões foram à Suíça bater o Fribourg Olympic no prolongamento por 75-76 e garantir a qualificação para a segunda fase de grupos da quarta competição europeia da modalidade.

De parada e resposta, o encontro começou com um parcial 4-0 anulado por outro de 0-7 e assim prosseguiu - com o FC Porto certeiro no perímetro e o Fribourg mais forte junto das tabelas. Empurrados fantástica atmosfera criada pela diáspora nas bancadas do Site Sportif Saint-Léonard, os azuis e brancos mantiveram a pontaria nos triplos e o comando do marcador. Ao intervalo, uma vantagem que chegou a ser de 12 era de oito (29-37).

Teyvon Myers somava oito pontos em apenas meia parte de utilização e a toada inverteu-se no início da segunda. Com quase o dobro das faltas e eficácia zero no tiro exterior ao cabo dos primeiros dois períodos e meio, os helvéticos acertaram três triplos no espaço de um minuto e recolocaram-se na frente pela primeira vez desde o 4-2 inicial.

A partir daí começou um jogo completamente diferente e que fez jus ao que se previa: equilibrado, bem discutido e com duas equipas assertivas no processo defensivo e ofensivo. Guiados pela dupla de bases norte-americanos e com Brian Conklin imponente debaixo do cesto - mesmo depois de terem estado a perder por quatro -, os portistas nunca baixaram os braços apesar de terem deixado escapar uma série de ressaltos antes dos suíços marcarem a bola que empatou o jogo a 70.

Nenhum dos conjuntos se conseguiu distanciar no decorrer do prolongamento muito por culpa da falta de acerto dos dois lados do campo nos momentos decisivos e também pelos ressaltos desperdiçados. O time-out pedido por Petar Aleksić a 66 segundos da buzina deu início a um final impróprio para cardíacos: dois lances livres para a liderança falhados por Arnaud Cotture, o FC Porto a ter a mesma pontaria no cesto contrário e último ataque para a formação da casa. Na conversão, Natan Jurkovitz falhou por completo o aro, Finke sofreu falta no ressalto e falhou os dois lançamentos livres (um sem querer e outro de propósito) a um segundo do fim. Mas pouco importava, já que a buzina viria a soar de imediato para assinalar o triunfo dos da Invicta pela margem mínima.

+ notícias: Desporto

FC Porto: Sessão matinal com vista para Chaves

2.ª jornada da Taça da Liga está agendado para as 19h00 de quinta-feira.

FC Porto (Sub-17): Bis de Anhá Candé resolve dérbi da Invicta

"Dragões" venceram o Boavista por 2-1 na 15.ª jornada da 1.ª fase do campeonato.

FC Porto (Basquetebol): Dragões imparáveis desde o primeiro minuto

Os 'azuis e brancos' venceram a Ovarense (91-63) na 11.ª jornada da Liga Portuguesa de Basquetebol