Dois mortos em deslizamento de terra em Esposende. Os corpos estão por resgatar

| Norte
Porto Canal

Dois jovens de 22 anos morreram, na madrugada desta quarta-feira, em Palmeira de Faro, concelho de Esposende, vítimas de um deslizamento de terra.

 Segundo o Comando dos Bombeiros Voluntários de Esposende, na habitação encontravam-se seis pessoas - dois adultos de cerca de 40 anos, duas crianças menores e dois jovens – as vítimas encontravam-se no primeiro andar e ficaram soterradas pelas pedras.

“Um deslizamento de uma vertente atingiu uma habitação familiar e fez duas vítimas mortais de 22 anos”, informou o adjunto do Comando dos Bombeiros, Júlio Melo.

Os corpos estão por resgatar. Os operacionais no terreno aguardavam, cerca das 6h, pela “garantia de condições de segurança para ser usada maquinaria pesada na remoção dos detritos”, adiantou Júlio Melo.

No deslizamento, em que foram arrastadas “pedras de alguma dimensão”, foi “atingido um compartimento situado nas traseiras da habitação”, afirmou a mesma fonte.

Para o local encontram-se 27 operacionais apoiados por 12 viaturas.

Entre os meios no local está uma equipa de psicólogos do INEM, segundo os bombeiros de Esposende.

O alerta foi dado às 3h55.

Dois engenheiros técnicos da Câmara Municipal de Esposende estão a avaliar as condições da habitação.

Os Bombeiros aguardam aprovação dos técnicos para resgatar o corpo das vítimas

 

+ notícias: Norte

Sim! A população quer a desagregação de Seixezelo e Pedroso em Gaia

A vitória do sim foi expressiva ao conseguir 597 votos. Os nãos estiveram perto da centena, conseguindo 96 no total. No total votaram 697 pessoas e houve dois votos em branco e dois nulos.

“Sem modelo regional, o país continuará em plano inclinado” defende António Cunha

O Fórum Autárquico da Região Norte, que decorreu na passada sexta-feira, em Viana do Castelo, ficou marcado pelo tema da regionalização.

Centro de alojamento temporário da Cruz Vermelha em Braga mantém-se a funcionar

Depois das ameaças de encerramento, o centro de alojamento temporário da Cruz Vermelha de Braga vai continuar operações.