Amarante reduz em duas horas a iluminação de Natal para poupar energia

Amarante reduz em duas horas a iluminação de Natal para poupar energia
| Norte
Porto Canal / Agências

Amarante vai diminuir em duas horas por dia o período de ligação das iluminações de natal e utilizará exclusivamente tecnologia LED para baixar o consumo energético, avançou à Lusa fonte autárquica.

Segundo aquela autarquia do distrito do Porto, estas medidas resultarão numa “significativa poupança”, face à crise energética, mas permitirão “manter o espírito natalício e contribuir para a animação de rua”.

Até 10 de janeiro, cerca de 250 mil leds vão iluminar o centro de Amarante e Vila Meã.

Na sede do concelho, junto aos paços do concelho, será montada uma árvore artificial, com 25 metros de altura.

Em Vila Meã, segundo polo urbano do concelho, a autarquia instalará uma árvore com 10 metros de altura.

Na ponte de São Gonçalo, haverá um túnel de luz coreografado com animação das formas, “resultando num bonito espetáculo de luz e cores, atrativo para os visitantes”, refere a autarquia.

As iluminações serão inauguradas no sábado, às 18:30, no centro histórico, com um espetáculo de pirotecnia e a apresentação de uma peça de teatro infantil.

Na quadra natalícia, Amarante proporciona aos residentes e aos visitantes vários eventos culturais e lúdicos, destacando-se o concerto de natal da Orquestra do Norte, no dia 17 de dezembro, às 22:00, na Igreja de São Gonçalo.

Até 09 de janeiro, a biblioteca municipal e o polo de Vila Meã recebem uma mostra e venda de presépios, com cerca de 300 exemplares.

+ notícias: Norte

Escolhem o Porto para trabalhar. Há quatro mil nómadas digitais na Invicta

Um computador portátil e bom acesso à internet bastam para que os nómadas digitais se instalem em qualquer parte do mundo. Contudo, a boa reputação da cidade a nível internacional, o bom tempo e o custo de vida acessível têm servido de chamariz para várias pessoas que trabalham remotamente.

Siaco declarada insolvente. Trabalhadores passam a ter direito a fundo de desemprego

A fábrica Siaco, produtora de calçado, em São João da Madeira, que fechou portas esta segunda-feira e deixou mais de uma centena de trabalhadores sem emprego, já foi declarada insolvente pelo Tribunal de Oliveira de Azeméis.

Vila do Conde. Trânsito condicionado na A28 após despiste de agente da GNR

O trânsito encontra-se condicionado na A28, na zona de Modivas, sentido Viana do Castelo - Porto, na sequência de um despiste de um motociclo, cujo condutor era um elemento da Guarda Nacional Republicana (GNR).