Quatro detidos em flagrante por furto em residência em Vila Nova de Gaia

Quatro detidos em flagrante por furto em residência em Vila Nova de Gaia
| Norte
Porto Canal / Agências

A GNR deteve, no sábado, em flagrante três homens e uma mulher, entre os 20 e os 39 anos, por furto em residência, no concelho de Vila Nova de Gaia, anunciou esta segunda-feira o Comando Territorial da GNR do Porto.

No âmbito de uma denúncia a informar que uma residência estaria a ser alvo de furto, na freguesia de Arcozelo, os militares da Guarda “deslocaram-se de imediato para o local, onde detiveram em flagrante os quatro suspeitos, os quais estavam na posse de três caleiras em cobre, já danificadas”, refere a GNR em comunicado.

No decorrer da ação policial, foi possível apurar que “os suspeitos, através do escalamento de muros, invadiram a propriedade e furtaram o material que se encontrava junto à casa”, tendo sido apreendido o material furtado e uma viatura.

Os detidos, todos com antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza, já foram ouvidos no Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto, tendo-lhes sido aplicadas as medidas de coação de apresentações semanais nos postos policiais das respetivas áreas de residência e de proibição de contactos entre eles.

+ notícias: Norte

PS quer que Casa do Douro volte a ser associação pública e de inscrição obrigatória

O PS entregou, esta semana, no Parlamento, um projeto-lei que pretende trazer de novo a Casa do Douro para a esfera pública, atribuindo-lhe novas competências e inscrição obrigatória. Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) mostra-se contra a reinstitucionalização, pedindo uma organização forte e representativa dos produtores. 

Rede de Turismo Industrial da região Porto e Norte conta com mais 15 pontos de visita

O Turismo do Porto e Norte alarga, na próxima segunda-feira, a mais 15 entidades da região a sua rede de Turismo Industrial, passando assim a incluir mais de 100 pontos de visita nessa oferta de museus, fábricas e outros equipamentos.

Sonae, Super Bock e mais 120 empresas querem comboio de regresso à Linha de Leixões

A Sonae, Super Bock e mais 120 empresas pedem que comboio volte à Linha de Leixões, de forma a que mais de 15.000 trabalhadores possam usufruir de transportes públicos, articulados com o Metro.