Ana Catarina Mendes: "Não há nenhuma violação da lei. A batalha do Chega é pela desinformação"

Ana Catarina Mendes: "Não há nenhuma violação da lei. A batalha do Chega é pela desinformação"
| Política
Porto Canal

Debate foi “solicitado” pelo Chega sobre os "sucessivos casos de alegadas incompatibilidades e conflitos de interesses que envolvem vários ministros". Debate decorre esta manhã.

Depois da intervenção do líder do Chega, André Ventura, que pediu a demissão dos ministros envolvidos em casos de incompatibilidades, foi a vez da ministra dos Assuntos Parlamentares responder.

Ana Catarina Mendes defende que “Não há nenhuma violação da lei. A batalha do Chega é pela desinformação. Procura corroer as instituições democráticas. Lança a desconfiança sobre o Estado Direito”, sugerindo que o Chega quer destruir a atual República.

A ministra acrescenta ainda que todas as notícias que foram saindo resultam de uma preocupação pela “transparência” e defende mesmo que “é a democracia a funcionar”.

“Alimentar este clima de suspeição é colocar areia na engrenagem”, diz Ana Catarina Mendes rematando que “Não há democracia sem políticos.”

+ notícias: Política

TAP. António Costa e Medina devem pedir “desculpa” aos portugueses, diz Montenegro

O presidente do PSD, Luís Montenegro, considerou esta segunda-feira que o primeiro-ministro e o ministro das Finanças devem pedir “desculpa aos portugueses" por “terem injetado mais de três mil milhões de euros” na TAP.

Exames finais no ensino secundário são para manter, garante Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, garantiu ao final da tarde desta segunda-feira que o Governo vai manter os exames finais no ensino secundário.

Marta Temido é a nova presidente da concelhia do PS de Lisboa

Marta Temido é a nova presidente da comissão política da concelhia de Lisboa do Partido Socialista. Segundo avançou a ‘CNN Portugal’, a ex-ministra da Saúde assume o cargo que anteriormente era assegurado por Davide Amado.