Câmara do Porto quer travar alojamento local no centro histórico e no Bonfim

| Porto
Porto Canal

A proposta da autarquia vai ser apresentada em reunião de Camara que, excecionalmente, vai realizar-se esta sexta-feira, ás 15h00. A autarquia remeteu mais esclarecimentos sobre o assunto para depois da Assembleia Municipal.

A proposta centra-se na suspensão das autorizações de novos registos de estabelecimentos locais no centro histórico e no Bonfim. Se a proposta for aprovada, a medida terá efeitos imediatos e irá prevalecer durante, pelo menos, seis meses.

Na proposta enviada ao Porto Canal, pode ler-se que a autarquia está preocupada com a tendência de crescimento do turismo na cidade que reflete “de forma direta, em atividades económicas como o alojamento turístico, restauração, comércio, serviços, cultura e eventos”. O município considera assim que é o momento de implementar áreas de contenção ao crescimento do alojamento, “pretendendo-se, num futuro próximo, aprovar um Regulamento Municipal para o Crescimento Sustentável do Alojamento Local”.

Assim, o objetivo da proposta que irá ser apresentada passa por garantir “um crescimento sustentável do alojamento local” assim como “a excelência de toda a atividade turística”.

Atualmente, são 9.200 os estabelecimentos de alojamento local registados no Porto, de acordo com o Registo Nacional do Turismo de Portugal. Em conjunto, o centro histórico e o Bonfim representam 86,99% da oferta.

Em 2022 e até 31de agosto foram registados 1136 alojamentos locais.

 

+ notícias: Porto

Cinema Batalha reabre esta sexta-feira com programação gratuita 

O icónico Cinema Batalha da cidade do Porto foi inaugurado como sala de cinema e de espetáculos na década de 40 do século XX, mas fechou portas no ano 2000 devido avançado estado de degradação do edifício. 20 anos depois, e volvidos três anos de obras intensas de remodelação, o Batalha volta a abrir portas esta sexta-feira, dia 9 de dezembro, às 17h30, e nesse mesmo dia tudo é gratuito. 

Metro do Porto. 950 milhões de validações em 20 anos de "vida"

O Metro do Porto superou os 950 milhões de validações em 20 anos de serviço, que se assinalam esta quarta-feira, mas as linhas que ficaram por construir, como as da Trofa, Campo Alegre ou Boavista, poderiam ter aumentado esse número.

Descentralização: Acordo alcançado na Ação Social corresponde a “algumas exigências da autarquia”, diz Filipe Araújo

A Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) e o Governo chegaram, esta terça-feira, a acordo no processo de descentralização de competências para a área da Ação Social, após o Governo ter anunciado um aumento da verba anual a transferir para as autarquias de 56,1 milhões de euros para 90,8 milhões. Em entrevista ao Porto Canal, Filipe Araújo defende que o entendimento dá resposta "a algumas das exigências da autarquia portuense".