Trânsito no Porto volta a ser o pior da Europa

Trânsito no Porto volta a ser o pior da Europa
| Porto
Porto Canal

Segundo o índice de Tráfego da Tomtom, um dos indicadores de trânsito mais usados internacionalmente, a cidade do Porto teve uma taxa de congestionamento em tempo real de 108% na passada quinta-feira de manhã, o valor mais elevado entre as principais cidades europeias.

O regresso ao trabalho, o início do ano letivo e o aumento da sinistralidade associada ao meu tempo fazem de Setembro um mês habitualmente complicado no que ao trânsito diz respeito. Em 2021, o Porto surpreendia ao atingir o topo das cidades europeias no índice de congestionamento em tempo real.

Um ano depois, os problemas agravaram-se. Como o Porto Canal demonstrou, além das causas sazonais para o problema no tráfego, somam-se agora novas condicionantes.

As obras relacionadas com o Metro do Porto, referentes à nova Linha Rosa (Casa da Música - Praça da Liberdade), criaram vários obstáculos e restrições à circulação viária em diversas partes do percurso: na Avenida de França, os carros foram desviados para um percurso alternativo; a Rua de Júlio Dinis tem obstáculos referentes à perfuração. Na Praça da Galiza, a construção da nova estação de metro está a provocar alterações significativas à normal circulação. O Jardim do Carregal, bem como as ruas adjacentes, está encerrado, o que provocou uma alteração dos sentidos de trânsito na Rua de Miguel Bombarda e Rua do Rosário; a Rua dos Clérigos está em encerrada e a Praça da Liberdade, bem como a Avenida dos Aliados, condicionadas.

O encerramento do tabuleiro inferior da Ponte Luís I tem também resultado numa sobrecarga excepcional das restantes travessias. Ao fim da tarde, em hora de ponta, os acessos à Ponte do Infante e da Arrábida aumentam o índice de congestionamento. A Ponte Luís I é o único atravessamento à cota baixa da cidade, pelo que o seu encerramento se reflete em toda a rede viária da zona histórica. A empreitada, a cargo da IP, teve início a 6 de outubro de 2021 e foi anunciada com um período de 12 meses. A quatro dias do prazo, não há notícia da reabertura.

As obras de repavimentação na VCI, em particular no nó da A3, ao fim da tarde e noite, somam-se aos problemas já existentes. Se a Via de Cintura Interna é, em circunstâncias normais, um eixo em sobrecarga quase permanente, fruto da sobreutilização em percursos metropolitanos, regionais, nacionais e internacionais, a supressão de vias agrava ainda mais o congestionamento. Centro nevrálgico dos problemas de trânsito na Área Metropolitana do Porto, a VCI já foi alvo de inúmeras propostas dos municípios envolventes. Uma delas incidia sobre o fim das portagens da A4 e CREP, medida que, segundo os proponentes, iria desviar muito do trânsito nacional e internacional, de pesados e não só, que cruza, desnecessariamente, o núcleo da cidade do Porto.

O valor de 108% de taxa de congestionamento em tempo real representa um cenário de ruptura do sistema de circulação. No mesmo período, Lisboa não superou os 103%, Madrid 66%, Paris 89%, Londres 85%, Roma 97%, Nápoles 86%.

Reveja os principais pontos críticos do trânsito no Porto:

 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 

Uma publicação partilhada por Porto Canal (@porto.canal)


+ notícias: Porto

Há um ano um fantasma batia à porta do Stop e metia 500 músicos de malas feitas na rua

Foi há um ano que o fantasma que assombrava os músicos há décadas bateu à porta do Stop, no Porto. O edifício da Rua do Heroísmo foi fechado e os artistas foram obrigados a fazer as malas e a sair de instrumentos nas mãos. Um ano depois, a resistência faz com que o edifício mantenha as portas abertas, mas no interior saltam à vista as inúmeras portas fechadas com um “aluga-se” estampado. O espaço tem um novo ar, a legalidade foi reposta e a administração garante que um novo fecho não acontecerá. Mas a incerteza continua a pairar sob a “verdadeira casa da música” portuense e a possibilidade da Câmara intervir pode mesmo vir a ser uma realidade.

PJ detém jovem de 16 anos por suspeita de pornografia de menores no Porto

Um jovem de 16 anos foi detido na quarta-feira pela Diretoria do Norte da Polícia Judiciária (PJ) por suspeita de crimes de pornografia de menores desde dezembro de 2022, revelou esta quinta-feira em comunicado aquela polícia de investigação.

Arranque da revisão do regulamento do Mercado do Bolhão discutido pelo Executivo na segunda-feira

O executivo da Câmara do Porto discute na segunda-feira dar início à revisão do regulamento do Mercado do Bolhão por forma a "reponderar algumas das opções" implementadas quase dois anos após a sua reabertura.