Assembleia da República celebra o bicentenário da Constituição de 1822

Assembleia da República celebra o bicentenário da Constituição de 1822
| País
Porto Canal / Agências

A Assembleia da República celebra esta sexta-feira em sessão solene o bicentenário da Constituição de 1822 que, assinalou o presidente do parlamento, Augusto Santos Silva, foi precursora na consagração de direitos que atualmente são “tão naturais” como o ar que se respira.

Santos Silva assinalou que a Constituição pela qual o Portugal republicano e democrático de hoje se rege tem as suas bases no “regime de direitos e liberdades de todos os cidadãos” estabelecido há apenas dois séculos, em declarações à agência Lusa.

“Coisas que hoje são tão naturais como o ar que respiramos nasceram só em 1822, por exemplo, a liberdade de imprensa, a liberdade de expressão pública, a das nossas opiniões, o direito de os cidadãos dirigirem petições à Assembleia, o direito de escolher os nossos representantes, os deputados à Assembleia, naquela altura as Cortes”, disse.

A primeira Constituição, continuou Santos Silva, que resultou da primeira eleição de deputados às Cortes Gerais, consagrou “o poder legislativo das cortes e o equilíbrio entre os poderes: o poder executivo e o poder legislativo”.

Estão previstas intervenções do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, de Augusto Santos Silva, dos representantes dos grupos parlamentares e dos dois deputados únicos.

Após a sessão, o Presidente da República, o presidente do parlamento e o presidente das Comemorações do Bicentenário do Constitucionalismo Português, Guilherme d'Oliveira Martins, inauguram uma exposição sobre a primeira Constituição.

+ notícias: País

Oito jesuítas envolvidos em casos de abuso sexual de menores em Portugal entre 1950 e 1990

A Província Portuguesa da Companhia de Jesus anunciou hoje ter apurado, “com um grau de probabilidade elevada”, a ocorrência de casos de abuso sexual de menores cometidos por oito jesuítas, entre 1950 e o início da década de 1990.

Esperança de vida à nascença diminuiu em todas as regiões do continente

A esperança de vida à nascença diminuiu em todas as regiões de Portugal continental, sendo estimada em 80,72 anos no triénio 2019-2021, revelam dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgados esta segunda-feira.

Marcelo recebe ukulele em São José e manifesta intenção de visitar Havai

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, recebeu este domingo em São José, Califórnia, um ukulele oferecido pelo cônsul honorário de Portugal no Havai e manifestou a intenção de visitar este arquipélago onde residem milhares de lusodescendentes.