Formações portistas reconhecidas na Seleção Nacional

| Desporto
Porto Canal

A aposta na formação é dos principais objetivos do FC Porto e o trabalho dos portistas tem sido reconhecido pelos selecionadores nacionais. Vários são os jovens jogadores portistas que irão representar Portugal nas seleções mais jovens.

Para além da equipa A e dos sub21, a seleção nacional contará nos sub17 com os dragões Vasco Santos, Gil Martins, João Teixeira, Rodrigo Mora, Martim Fernandes para o jogo contra o México. A seleção sub17 encontra-se no torneio Syrinka Cup e caso vença os mexicanos fica com acesso direto à final.

Na seleção de sub18 estão também convocados jogadores azuis e brancos, Diogo Fernandes, Luís Gomes, Tiago Andrade e Ussumane Djaló. Os sub18 vão estar presentes num torneio quadrangular na Turquia e vão defrontar a seleção da casa, a Espanha e a Roménia.

Os sub19 portugueses vão viajar até à Servia para o primeiro torneio da época. Servia, França e Finlândia serão os adversários da equipa das quinas. A representar o FC Porto, a equina nacional de sub19 contará co Gabriel Brás, Gonçalo Ribeiro e António Ribeiro.

O FC Porto continua a mostrar que a sua aposta na formação tem dado resultado, fruto do trabalho de todos os envolvidos.

+ notícias: Desporto

Oficial. Treinador do Bayer Leverkusen despedido após derrota frente ao FC Porto

Agora é oficial, depois dos rumores que Gerardo Seoane ia ser afastado do comando técnico do Bayer Leverkusen, depois da derrota desta terça-feira frente ao FC Porto, por 2-0, para a Liga dos Campeões, chegou a confirmação. Xabi Alonso é o senhor que se segue.

AJM/FC Porto conquista quarta Supertaça feminina de voleibol seguida

A AJM/FC Porto, campeã nacional, conquistou hoje pela quarta vez consecutiva a Supertaça feminina de voleibol, ao derrotar o Leixões, vencedor da Taça de Portugal, por 3-2.

Hóquei em patins. FC Porto bate Oliveirense por 5-4 depois de ter estado a perder 1-4

A equipa de hóquei em patins do FC Porto saiu vitoriosa de uma épica jornada disputada esta tarde no Dragão Arena. Na receção à Oliveirense, a contar para o Campeonato Nacional, os detentores do título entraram com o patim esquerdo, chegaram a ter três golos de desvantagem, viram-se confrontados com decisões muito duvidosas da equipa de arbitragem, mas foram superiores a isso, marcando quatro vezes seguidas e dando a volta ao marcador a sete segundos do fim graças ao hat-trick de Carlo Di Benedetto.